Ano 15

Analú Prestes

*09 de agosto de 1952 - Santos - SP

Cena de Guerra Conjugal, 1975, Joaquim P. Andrade
Cena de Guerra Conjugal, 1975, Joaquim P. Andrade
Revelação no teatro dos anos 70, Analu Prestes chega ao cinema e à televisão na mesma década. Nas telas, atua sob a direção de cineastas importantes, com ótimos momentos em filmes de Luiz Rosemberg Filho e de Joaquim Pedro de Andrade.  

Analu Prestes começa sua carreira artística no teatro no final dos anos 60, com trabalhos no teatro Oficina. Mas é na década seguinte que se revela para o grande público, atuando também na televisão e no cinema. Depois de protagonizar o curta Júlia pastrana, de Naum Alves de Souza, em 1971, Analú Prestes atua em dois grandes filmes: A$suntina das amérikas, de Luiz Rosemberg Filho, e Guerra conjugal, de Joaquim Pedro de Andrade. Em A$ssuntina, é a protagonista, em um trabalho anárquico e de entrega. Já em Guerra conjugal faz uma participação e tem cena memorável com Lima Duarte. Com Joaquim Pedro, volta a trabalhar no exuberante O homem do pau Brasil, em 1982, último filme do cineasta. Analú Prestes chega às novelas em 1976, na grande produção da Rede Globo, O casarão, de Lauro César Muniz. A atriz faz parte do elenco do primeiro período da novela, que era dividida em três, como a personagem Maria do Carmo. 

Na década de 80, Analu Prestes participa de mais três filmes importantes: Com licença, eu vou à luta, de Lui Faria; Baixo gávea, de Haroldo Marinho Barbosa, como a esposa  de Carlos Gregório, amante da protagonista vivida por Lucélia Santos; e no maravilhoso Romance da empregada, como uma das amigas de Fausta, personagem de Betty Faria.  


Filmografia

Júlia Pastrana, 1971, Naum Alves de Souza
Guerra conjugal, 1975, Joaquim Pedro de Andrade
Assuntina das américas, 1976, Luiz Rosemberg Filho
O homem do pau Brasil, 1982, Joaquim Pedro de Andrade
Com licença, eu vou à luta, 1986, de Lui Faria
Baixo gávea, 1986, Haroldo Marinho Barbosa
Romance da empregada, 1987, Bruno Barreto
Coisa de mulher, 2005, Eliana Fonseca
Irma vap - o retorno, 2006, Carla Camurati
Como esquecer, 2010, Malu De Martino

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.