Ano 16

14a Cineop - Homenagem

Cineasta Edgar Navarro, homenageado. Crédito: Universo Produção
De 5 a 10 de junho, acontece a  14a Cineop - Mostra de Cinema de Ouro Preto, que tem como homenageado o cineasta baiano Edgar Navarro.

Realizada pela Universo Produção - Raquel Halak, Quintino Vargas, Fernanda Halak -, na Cineop  o cinema brasileiro é focalizado como patrimônio. 

Exibição de filmes restaurados, honenagens, seminários e debates sobre resgate de memória da nossa cinematografia, reunião de pesquisadores e muitas outras frentes formam a programação gratuita, que é ainda formada por exibição de curtas, médias e logas contemporâneos, oficinas, lançamentos de livros, cortejos e atrações artísticas.

A  14a Cineop tem como temática central "Territórios Regionais, Inquietações Históricas", desdobrada em três frentes:  Preservação, História e Educação. Na primeira, o foco são os núcleos de produção regionais para além do eixo RJ-SP; Na segunda, a regionalização e a formação do patrimônio audiovisual brasileiro; e na terceira, o enfoque é Mulheres: terras e movimentos.

A homenagem a Edgar Navarro segundo a Universo Produção:

Na valorização de uma territorialidade que extrapola seus próprios limites e no objetivo de reconhecer uma obra de grandeza única e original no cinema brasileiro, a 14a CineOP vai prestar homenagem ao cineasta baiano Edgard Navarro. No ano em que o diretor completa 70 anos, seu filme mais paradigmático, Superoutro, atinge a marca de três décadas desde o lançamento e seu mais recente trabalho, Abaixo a Gravidade, ganha o circuito comercial. O momento é ideal para celebrar a liberdade e a iconoclastia de um artista como Navarro. 

“Ele tem uma carreira sólida, desde os anos 1970 e passando por todas as outras décadas, com uma grande produção em Super-8 e curtas-metragens. Essa carreira é uma súmula do modernismo brasileiro, passando pelo tropicalismo, Cinema Novo, underground, música popular e psicanálise”, destaca Francis Vogner dos Reis. “Assistir aos filmes do Navarro hoje, no momento em que estamos vivendo no Brasil, é muito esclarecedor e profético. Ele parecia indicar, desde seus primeiros trabalhos, um recalque do autoritarismo brasileiro, pela via fálica, que se manifestou como exercício de poder durante o regime militar e que voltou com força recentemente”. 

A cerimônia de abertura da CineOP, na noite de 6 de junho, terá a homenagem a Edgard Navarro, que receberá o Troféu Vila Rica, e exibição de dois filmes emblemáticos: Exposed (1978) e Superoutro (1989). Ao longo da mostra, serão ainda apresentados O Rei do Cagaço (1977), Porta de Fogo (1982), Lin e Katazan (1986), Talento Demais (1995) e Abaixo a Gravidade (2018). 


************

Acompanhe a 14ª CineOP - Mostra de Cinema de Ouro Preto e o programa Cinema Sem Fronteiras 2019.

Participe da Campanha #EufaçoaMostra
Na Web: cineop.com.br
No Twitter: @universoprod
No Facebook: universoproducao / CineOP
No Instagram: @universoproducao
Informações pelo telefone: (31) 3282-2366 

Serviço:
14ª CINEOP - MOSTRA DE CINEMA DE OURO PRETO
05 a 10 de junho de 2019 
Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

::Voltar
Sala 
 Betty Faria
Com amor profundo pelo cinema, premiada em vários festivais no Brasil e no exterior