Ano 16

14a Cineop - Mostra Homenagem Parte 1

Cena de Abaixo a gravidade (2017), de Edgar Navarro
A 14a Cineop - Mostra de Cinema de Ouro Preto, que tem como temática central "Territórios Regionais, Inquietações Históricas", tem como grande homenageado da edição o cineasta baiano Edgar Navarro.

Depois da entrega do prêmio Vila Rica e a exibição de dois filmes dele na cerimônia de abertura, o curta Exposed e o longa Superouto, nesse domingo, 9, foi a vez de conferir mais duas sessões dedicadas à sua filmografia.

A primeira sessão da Mostra Homenagem aconteceu à tarde no Cine Vila Rica com a exibição do último longa de Edgar Navarro, previsto para lançamento comercial em breve, Abaixo a gravidade (20017).

No filme, Everaldo Pontes é o morador querido de um povoado, às voltas com sua horta e suas ervas, e também no amparo aos vizinhos, sobretudo como benzedeiro.

Sua vida simples vira de ponto a cabeça ao conhecer a grávida Letícia, que ampará, vai, inclusive, auxiliar no parto e se apaixonar.

Problemas médicos e, sobretudo, a vontade de ficar perto da amada, que vai lhe comunicar que vai embora para Salvador, o levam também para a capital baiana. E é lá que vai encontrar e conviver com novos personagens, dois moradores de rua, cruzar o caminho de um empresário egocêntrico, e se emaranhar ainda mais nas ciladas da paixão.

O cinema de Edgar Navarro é muito coerente, o que pode ser aferido vendo agora boa parte de seus filmes nessa edição da Cineop. O deboche, a rebeldia, a liberdade e a transgressão estão sempre presentes. E um humanismo cada vez mais agudo, e, ao mesmo tempo, lírico.

E,  ainda mais vendo seus filmes em conjunto, a constatação inequívoca do quanto é um grande diretor. Seus planos são construídos com um rigor tão preciso, que chega a dar conta, inclusive, de todo e qualquer desvario encenado.

Abaixo a gravidade traz de volta ao seu cinema, como também em outras vezes, a presença de Bertrand Duarte, ator maravilhoso que protagonizou seu clássico Superoutro, agora como um empresário egocêntrico e apavorado com suas pulsões sexuais.

A presença de Bertrand garante ainda um momento hilário, quando seu personagem reencontra a rebeldia de seu Superoutro, sendo ele agora a vítima do cagaço a empestiar as vestes.

Abaixo a gravidade conta ainda com duas presenças absolutamente sintonizadas com o propósito do cinema de Esgar Navarro, o veterano Everaldo Pontes, ator de tantos filmes e também do Grupo de Teatro Piolim, e a atriz Rita Carelli. Ambos, completamente entregues à sanha iconoclasta e humaníssima de Navarro.

Abaixo a gravidade é mais um acerto na carreira de Edgar Navarro, um filme que merce ser conhecido por mais plateias.


**********

14a Cineop - Mostra de Cinema de Ouro Preto
Programação completa
www.cineop.com.br

::Voltar
Sala 
 Betty Faria
Com amor profundo pelo cinema, premiada em vários festivais no Brasil e no exterior