Ano 16

17ª Mostra de Cinema de Tiradentes - Aurora

A mulher que amou o vento, 2013, Ana Moravi - crédito: Maria Caram

Destaque da Mostra de Cinema de Tiradentes, a Mostra Aurora é competitiva e contempla diretores que estão com até três longas no currículo.

Por ela já passaram – e foram premiados - filmes especiais como “Meu nome é Dindi”, de Bruno Safadi, e “Os dias com ele”, de Maria Clara Escobar.

A 17ª  Mostra de Cinema de Tiradentes anunciou os selecionados, e duas mulheres marcam presença: Aline X – com Gustavo Jardim, em “O bagre africano de Ataleia” (MG); e Ana Moravi em “A mulher que amou o vento” (MG).

 

Os filmes selecionados são:


- “A vizinhança do tigre” (MG), de Affonso Uchôa;
-  “Aliança” (MG), de Gabriel Martins, João Toledo e Leonardo Amaral;
- “Bat-Guano” (PB), de Tavinho Teixeira;
-  “Branco sai preto fica” (DF), de Adirley Queirós;
-  “O bagre africano de Ataleia” (MG), de Aline X e Gustavo Jardim;
-  “Aquilo que fazemos com as nossas desgraças” (PR), de Arthur Tuoto;
- “A mulher que amou o vento” (MG), de Ana Moravi.

 

Segundo a organização, foram mais de 50 filmes inscritos.

Entre os sete filmes selecionados, sete são de Minas Gerais, fato inédito na Mostra Aurora.

Outro ineditismo é a ausência de produções do eixo Rio-São Paulo na competição.


Paraná, Distrito Federal e Paraíba são os outros polos contemplados.

 

Os filmes da Mostra Aurora serão avaliados pelo Júri da Crítica, composto de profissionais do pensamento cinematográfico, e pelo Júri Jovem, formado na Oficina de Análise de Estilos Cinematográficos, ministrada por Cléber Eduardo na 7ª Mostra CineBH em outubro de 2013. Nesta 17ª edição o Júri da Crítica será formado pelo professor da ECA-USP, Rubens Machado Jr., pelo coordenador do Curso de Cinema da Unisinos e montador Milton do Prado, pelo realizador independente e professor do curso de Cinema e Pós-Graduação em Artes da UFJF, Luis Alberto Rocha Melo, pelo cineasta, curador e coordenador do curso de Cinema da UNA, Júlio Pessoa e pela pesquisadora  de cinema e artes contemporâneas Beatriz Furtado, de Fortaleza.


O vencedor da Mostra Aurora segundo o Júri da Crítica vai ganhar o Prêmio Itamaraty, no valor de R$ 50 mil,  Troféu Barroco, e serviços e materiais cinematográficos. O vencedor do Júri Jovem leva o Troféu Barroco e prêmios em serviços.

 

*************************************************************

Acompanhe a 17ª Mostra de Cinema de Tiradentes e o programa Cinema Sem Fronteiras 2014.
Participe da Campanha #EufaçoaMostra
Na Web: mostratiradentes.com.br
No Twitter: @universoprod
No Facebook: universoproducao / mostratiradentes
No Instagram: @universoproducao
Informações pelo telefone: (31) 3282-2366

                                  

**************************************************************

Serviço:
17ª MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES
24 de janeiro a 1º de fevereiro de 2014
 Idealização e realização: Universo Produção
Patrocínio Máster: BNDES/Governo Federal, Oi
Patrocínio: CEMIG/Governo de Minas, Petrobras, Sesi/Fiemg
Incentivo: Leis Estadual e Federal de Incentivo a Cultura
Apoio: Oi Futuro, Instituto Universo Cultural, Rede Globo Minas

 

::Voltar
Sala 
 Betty Faria
Com amor profundo pelo cinema, premiada em vários festivais no Brasil e no exterior