Ano 16

FilmeFobia, 2007, Kiko Goifman

Cara a cara com seus pesadelos

Misto de documentário e ficção, em FilmeFobia Jean-Claude Bernardet é um diretor de um documentário que registra o instante derradeiro dos fóbicos diante de suas fobias. E aí vale tudo, desde as mais casuais como medo de ser enterrado e de agulhas até medo de botões e de palhaço. Ficou famosa a frase dita por Jean-Claude no filme:"a única imagem verdadeira é a de um fóbico diante de sua fobia". Só que ele mesmo, em entrevistas, elucidou dizendo que muitas palavras que estão na boca de seu personagem não condiz com o que ele pensa. Só que vendo o filme, não faz muita diferença se o que ele diz é fato ou não, pois a força não está nas digressões que pontuam toda a fita, mas na construção das imagens. 

Como se um cientista maluco tivesse se malocado em uma câmera de terror das produções da Hammer, as engenhocas que lançam os fóbicos no universo de seus pesadelos divertem e, ao mesmo tempo, dão sustentação para a atmosfera de estranhamento pela qual aqueles personagens purgam seus temores. E quando vemos o resultado das fotos tiradas durante o processo, instala-se uma competição imediata entre onde há mais beleza, se nelas ou se nelas em movimento - fotografia versus cinema. Se por um lado temos instantes fracos de construção como os dos botões e dos paus de borracha, por outro temos imagens arrebatadoras, como a de Débora Duboc na foto acima. Mas no todo, nem sempre o filme fascina e mantém o interesse.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010
longas brasileiros em 2010 (31)


::Voltar
Sala 
 Léa Garcia
Dona de um talento ímpar e altivo, Léa Garcia brilha no teatro, na TV e no cinema.