Ano 15

Se eu fosse você 2, 2008, Daniel Filho

Piada esticada marca sequência

Se eu fosse você 2 é um fenômeno do cinema brasileiro atual. Em apenas quase dois meses em cartaz já está chegando à casa dos cinco milhões de espectadores. Mas ao contrário de muita gente e de boa parte da crítica, considero o primeiro filme infinitamente melhor. 

Havia no primeiro filme. antes de tudo, a redescoberta de como Tony Ramos é um grande ator. Distante dos galãs das novelas, em Se eu fosse você ele mostrou do que é capaz na comédia. E mais, roubou o filme de Glória Pires, uma ótima atriz, mas sem maiores chances na trama.  

Se eu fosse você 2 tem até algumas sequências divertidas, mas no geral o roteiro é fraco e reducionista. Sobressai a tentativa de esticar uma piada só, no caso as atrapalhadas de um homem incorporando uma mulher. O diretor Daniel Filho já sinalizou para mais uma continuação e aí resta saber até quando Tony Ramos conseguirá divertir as plateias.

::Voltar
Sala 
 Léa Garcia
Dona de um talento ímpar e altivo, Léa Garcia brilha no teatro, na TV e no cinema.