Ano 15

Dulcina de Moraes - 27/08/1996

Cena de Vinte quatro horas de um sonho, 1941, Chianca de Garcia
Uma das maiores damas do teatro e que atuou no cinema apenas uma vez, em Vinte e quatro horas de um sonho (1941), de Chianca de Garcia, Dulcina de Moraes nos deixou no dia 27 de agosto de 1996.




::Voltar
Sala 
 Sandra Bréa
De presença exuberante e falecida precocemente, eternizou-se nas telas