Ano 16

Paulo Tiefenthaler (Sandra Bréa)

Eu tenho várias musas do cinema nacional, é difícil escolher uma porque cada uma tem momentos belíssimos. 

Eu andei pesquisando um pouco o cinema da década de 70 e um pouco dos anos 80, e aí me deparei com imagens de Sandra Bréa, por exemplo, uma esquecida. Sandra Bréa é de uma sensualidade bastante animal, muito sexy, uma coisa arrebatadora. Um olhar...  parecia que estava sempre encharcado de tesão. E bela, com uma voz sexy.

Foi um trio maravilhoso naquela época: Sônia Braga, Vera Fisher, Sandra Bréa. Elas 
Sônia Braga é baixinha e virtuosa, uma falsa magra, maravilhosa, um sorriso... Ela sorria e as narinas dilatavam, uma coisa, parece que estava querendo inspirar a terra, o amor a paixão. A Sônia mereceu todo os destaque e a posição que ela teve no cinema brasileiro, e foi mal explorado, não sei. Mais tarde foi para os Estados Unidos, ali ela pegou papéis secundários, e no Brasil ela parou de fazer cinema, ela sumiu. Os filmes dela são tudo dos anos 80. Ela marcou um estilo de ser do cinema nacional, outras vieram também, mas ninguém apareceu tanto, eram comparadas à Sônia Braga.

 Eu não tenho muito o que falar, na verdade, só ver os filmes da Sandra Bréa, lembrar e falar dela. E eu vou ate botar uma foto da Sandra Bréa na minha casa, baixar no Google, pixels, e olhando uma lua atrás assim, linda, novinha.

E também várias dessas musas da pornochanchada, que fizeram vários filmes. Agora, no Festival de Tiradentes, passou um documentário com a Sandra Barsotti. Linda, que olho, parecia duas luzes azuis, aquela bochecha, o cabelo, e a simpatia de pessoa. Tem a Nicole Puzzi, que cara de vadia, elegante, lembrar de Nicole Puzzi... Perguntas que se escondem.

Aquela mulata maravilhosa, Adele Fátima, que fazia a lendária sardinha 88. Elas somem, se enfiam no apartamento. Ela foi dar um depoimento do Museu da Imagem e do Som, saiu de casa, liguei para o marido dela tirar ela de casa e aparecer, como 50 anos, publicamente. Continuava linda, linda, 50 anos e com o mesmo cabelo, forte, negro, bonito. Saiu de casa, saiu dos seus ninhos.
Vamos continuar a vida, vamos continuar filmando, acho tão vivas, um beijo na bochecha delas, todas.


Paulo Tiefenthaler é ator e apresentador do programa Larica Total. 

Veja também sobre ela

::Voltar
Sala 
 Sala Dina Sfat
Atriz intensa nas telas e de personalidade forte, com falas polêmicas.