Ano 15

Helvécio Ratton (Patrícia Pillar)

Olha, eu quero homenagear uma atriz com quem eu já trabalhei várias vezes e por quem eu tenho muita admiração, não só eu, mas muita gente no Brasil também. É uma atriz muito inteligente, que sabe se colocar nos papéis, que é a Patrícia Pillar. 

Eu trabalhei com ela a primeira vez no “Menino Maluquinho”, eu a chamei para fazer a mãe do Maluquinho e ela fez muito bem. E aí estabeleceu uma relação de trabalho e de amizade muito gostosa a partir daquele filme. A Patrícia sempre foi muito exigente, assim quanto ao roteiro, de sugerir coisas, de cobrar definições, e uma parceira de trabalho fantástica.

Depois da experiência do Maluquinho, nós acabamos filmando, inclusive, aqui em São João Del Rey e em Tiradentes, de onde eu estou falando aqui nesse momento, do Festival de Tiradentes. Nós filmamos o “Amor & Cia”, em que ela contracenou com o Marco Nanini, fazendo um belíssimo papel da Ludovina, que foi outra parceria que nós tivemos.

E, recentemente, nós voltamos a filmar. Ela está comigo no “Pequenas Histórias”, onde ela faz uma personagem, que é uma Iara, uma sereia dos nossos rios, que sai das águas para se casar com um pescador, que é o Maurício Tizumba.

Então, ao longo desses filmes, ao longo de uma relação de amizade que a gente construiu, mesmo em até filmes meus que ela não está, ela me ajuda, ela dá sugestões de elenco. Foi assim no “Batismo de Sangue”, e sempre com um olhar muito de cinema. É uma pessoa muito companheira e que veste a camisa do cinema brasileiro pra valer.

A Patrícia Pillar é uma atriz a quem eu admiro muito. 

Helvécio Ratton é cineasta.


Veja também sobre ela

::Voltar
Sala 
 Sala Dina Sfat
Atriz intensa nas telas e de personalidade forte, com falas polêmicas.