Ano 16

Lúcio Mauro Filho (Marieta Severo)

Marieta, por tudo, afinidade, profunda admiração.

Quando eu recebi o telefonema dizendo que eu tinha passado no teste para “A Grande Família”, uma das grandes chapações que me deram na cabeça foi: “Caraca, eu vou fazer um filho da Marieta”.

Eu sempre fui tão fã do trabalho da Marieta, no cinema, no teatro e na televisão, que, com certeza, quando se fala em uma mulher do audiovisual a Marieta rapidamente me vem à cabeça.

Tem vários momentos dela no cinema, mas tem um filme muito bacana pelo projeto todo. Todo filme da Marieta é especial porque ela é uma grande atriz, mas o “A Dona da História” tem um gosto especial porque é um projeto que vem do teatro e que mostra a versatilidade de um artista em diferentes veículos. Você fazer uma peça, ser um sucesso estrondoso, e, 10 anos depois, você voltar a fazer aquele mesmo personagem no cinema com a competência que é feito pela Marieta é um exemplo claro de uma atriz que está sempre evoluindo.

A Marieta já está em um momento da carreira dela em que o ator pode, de repente, se dar ao luxo de dar uma descansada. Ela não dá, ela não pára, ela construiu um teatro, ela montou a peça agora com a Andréa (Beltrão).

Talvez o trabalho que eu tenha mais me emocionado com a Marieta tenha sido o “Cazuza”, porque é impressionante aonde ela chegou. Porque é muito difícil você fazer um personagem que ainda está vivo, como é o caso da Lucinha. E um personagem tão forte como é a Lucinha Araújo.

 Realmente, eu vou ficar aqui chovendo no molhado horas por que é uma grande paixão, é uma grande atriz, e eu tenho um orgulho danado de poder ter tido essa oportunidade de trabalhar com ela.

Lúcio Mauro Filho é ator.

Veja também sobre ela

::Voltar
Sala 
 Sala Dina Sfat
Atriz intensa nas telas e de personalidade forte, com falas polêmicas.