Ano 16

Rodrigo Riszla (Fernanda Torres)

Eu teria uma série de mulheres pra comentar, mas uma que me marcou muito, principalmente por um momento da minha vida, no começo da atuação, foi quando um diretor me apresentou um texto que eu curti muito, que é do Arnaldo Jabor, “Eu Sei que Vou te Amar”. Ele me sugeriu esse texto e eu fui assistir ao filme. 

Eu já curtia muito a Fernanda Torres e a admirava também por conseguir romper uma limitação que talvez pudessem dar a ela, por ela vir também de uma grande mulher, que é a Fernanda Montenegro.

E aí eu fui, assisti ao filme, achei maravilhoso. Depois fui vendo certos processos como ela trabalha e de certas preparações que ela se dá, não só para um personagem específico, mas na vida também. Ela mantém uma preparação pra sempre estar possível de se concentrar e fazer um grande personagem.

É uma mulher que simplesmente me trazia adjetivos simples assim, que eu começava a dize: “nossa, essa mulher é linda, essa mulher é maravilhosa”. 

E ela tem uma seriedade também pelo trabalho que eu admiro muito. O modo como ela se entrega, como ela se dispõe e como ela soluciona, como ela resolve. Eu acho que é isso aí. 

Um beijão Fernanda.

Rodrigo Riszla é ator.


Veja também sobre ela

::Voltar
Sala 
 Sala Dina Sfat
Atriz intensa nas telas e de personalidade forte, com falas polêmicas.