Ano 15

Angelina Muniz

*21 de março de 1955 - Rio de Janeiro - RJ

Cena de O sol dos amantes,1979, Geraldo S. Pereira
Cena de O sol dos amantes,1979, Geraldo S. Pereira
Angelina Muniz é uma das belas atrizes que surgiram nos anos 1970. A atriz tem uma trajetória explosiva no cinema daquela época, deixando sua marca em filmes de cineastas como J. B. Tanko e Jean Garret.

Angelina Muniz começou sua carreira como modelo fotográfico – passa também pela escola de teatro. A estreia em novelas é em Sinal de alerta, de Dias Gomes, em 1979, e tem papel de destaque em Pé de vento, em 1980, de Benedito Ruy Barbosa, exibida na Bandeirantes. Depois disso desenvolve carreira de sucesso na Globo, onde marca presença em várias novelas como Plumas & paetês (1980), de Cassiano Gabus Mendes, e Vereda tropical (1984), de Carlos Lombardi e Sílvio de Abreu. É nessa primeira fase de sua carreira que a atriz vai atuar em quase uma dezena de filmes, popularizando seu talento e sua beleza. Só no final dos anos 70, entre 78 e 80, ela atua em cinco filmes, inclusive como a protagonista de As borboletas também amam (1979), de J. B. Tanko. Neste mesmo ano, atua também em Amante latino, de Pedro Carlos Róvai, veículo para o cantor e ator Sidney Magal, que marcava as paradas de sucesso.

Angelina Muniz é um dos símbolos sexuais daquela época – chega a posar três vezes para a Revista Playboy. A atriz ficou associada ao cinema popular e às comédias eróticas dos anos 1970 e 1980, mas o filme preferido de Angelina é o juvenil O grande palhaço (1980), dirigido por William Cobbett. O grande encontro de Angelina Muniz nas telas é com o cineasta Jean Garret rende dois grandes filmes: Karina, objeto do prazer e Tchau amor!. No primeiro,ela é personagem título, que depois de ser vendida pelos pais roda de mão em mão, passando por canalhas de diferentes tipos. E é ao dar um basta nesse destino de objeto, que ela conhece uma advogada (Rosina Malbouisson), e encontra, finalmente, seu repouso do guerreiro, em entrecho homossexual surpreendente, foco que faz jus ao teor libertário do filme. Já no segundo, que tem roteiro assinado por Inácio Araújo, ela é a mimada Rejane, em filme protagonizado por Antônio Fagundes. 


Filmografia

Nos embalos de ipanema, 1978, Antonio Calmon
Fim de festa, 1978, Paulo Porto
As borboletas também amam, 1979, J. B. Tanko
O sol dos amantes, 1979, Geraldo dos Santos Pereira
Amante latino, 1979, Pedro Carlos Róvai
O inseto do amor, 1980, Fauzi Mansur
O grande palhaço, 1980, William Cobbett
Karina, objeto do prazer, 1981, Jean Garret
Tchau, amor, 1982, Jean Garret
Olho de boi, 2008, Hermanno Penna

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.