Ano 15

Bia Seidl

*19 de setembro de 1961

Cena de Eu, 1987, Walter Hugo Khouri
Cena de Eu, 1987, Walter Hugo Khouri
Walter Hugo Khouri filmou muitas das nossas mais belas atrizes. No centro de seu cinema está o personagem Marcelo e,  entre as suas obsessões, está a filha Berenice, que já foi interpretada por atrizes de biotipos diversos, como Nicole Puzzi e a italiana Eva Grimaldi. Em Eu, quem deu voz à personagem Berenice foi a carioca, e não menos bela, Bia Seidl.  

Bia Seidl começou sua carreira ainda criança, atua em comerciais e torna-se modelo na adolescência. Estreia como atriz de novelas na Rede Globo em Jogo da vida, de Sílvio de Abreu, em 1981. Durante sua carreira até agora, Bia Seidl vem privilegiando a televisão, veículo em que constrói um curriculo com mais de duas dezenas de novelas e minisséries, em emissoras como Globo, Manchete e SBT – dois bons momentos são em A gata comeu (1985) e Dona beija (1986). A atriz chega ao cinema atuando em filmes dos Trapalhões, um seguido do outro: Os trapalhões e o mágico de oroz, de Victor Lustosa e Dedé  Santana foi o primeiro em 1984; Os fantasmas trapalhões, de J. B. Tanko em 1987, o segundo.  

Em 1987, Walter Hugo Khouri levou às telas o filme Eu, em que pela primeira vez usava, mais generosamente, recursos de humor para focalizar seu personagem habitual, Marcelo, às voltas com suas angústias e desejos. Dessa vez, para encarnar Berenice, ele escalou Bia Seidl e acertou em cheio. A atriz faz bela dobradinha com Tarcísio Meira, no derradeiro filme em que pai e filha consumam o ato amoroso tantas vezes insinuado e desejado. 


Filmografia

Os trapalhões e o mágico de oróz, 1984, Victor Lustosa e Dedé Santana
Os fantasmas trapalhões, 1987, J. B. Tanko
Eu, 1987, Walter Hugo Khouri

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.