Ano 15

Denise Dumont

*20 de março de 1955 - Fortaleza - CE

Cena de Rio babilônia, 1982, Neville D´Almeida
Cena de Rio babilônia, 1982, Neville D´Almeida
Com carreira ascendente na televisão nos anos 1980, Denise Dumont sempre apostou no cinema, com atuações contínuas na telona. E é exatamente por esse veículo ser o seu predileto, que a atriz partiu para os Estados Unidos, em busca de carreira internacional.

Denise Dumont iniciou sua carreira no teatro amador, passando depois pelo Tablado de Maria Clara Machado. Estreia em novelas em 1973, em O semideus, de Janete Clair. Filha do compositor Humberto Teixeira, o ‘Doutor do Baião’, parceiro de Luiz Gonzaga e autor de clássicos como Asa branca, Assum preto e Qui nem jiló, segundo o Dicionário de Atores e Atrizes, de Antônio Leão,  ele teria proibido a filha de ser atriz, impedindo-a de usar seu sobrenome – sendo rebatizada por Walter Avancini e Daniel Filho na sua estreia na TV. Denise Dumont cresce em importância na telinha e em 1980 é protagonista da novela Marina, e dois anos depois tem belo momento em uma das melhores minisséries já realizadas, Quem ama não mata. Sua estreia no cinema já é como protagonista no ótimo Terror e êxtase, do grande cineasta Antonio Calmon, em 1979. Em seu segundo filme, é a protagonista feminina em Eros, o Deus do amor, um dos melhores trabalhos de Walter Hugo Khouri, no qual desfilam pela tela algumas das mais belas atrizes do cinema nacional.

Denise Dummont atua em um filme atrás do outro, como protagonista ou em papel de destaque: Filhos e amantes; Rio babilônia - o polêmico filme de Neville D´Almeida em que tem cena ousadíssima de sexo; Os vagabundos trapalhões; Jorge, um brasileiro. Com o sucesso internacional de O beijo da mulher aranha, resolve tentar carreira nos Estados Unidos – a atriz já demonstrara interesse por esse mercado, cursando o prestigiado ‘Actor`s Studio’, espaço sagrado das artes cênicas americanas e revelador de astros como Marlon Brando. Em 1987 é escalada para o filme de Woody Allen, A era do rádio, em que tem uma aparição interpretando uma cantora latina aos moldes de Carmen Miranda. Denise Dumont casa-se com o diretor e produtor inglês Matthew Chapman e atua em algumas produções americanas. A atriz produziu documentário sobre o pai, O homem que engarrafava nuvens (2009), dirigido por Lírio Ferreira.


Filmografia

Terror e êxtase, 1979, Antonio Calmon
Eros – o Deus do amor, 1981, Walter Hugo Khouri
Filhos e amantes, 1981, Francisco Ramalho Jr
Rio babilônia, 1982, Neville D’Almeida
Os vagabundos trapalhões, 1982, J. B. Tanko
Bar esperança, o último que fecha, 1983, Hugo Carvana
Amenic – entre o discurso e a prática, 1984, Fernando Silva
O beijo da mulher aranha, 1984, Hector Babenco
Jorge, um brasileiro, 1987, Paulo Thiago
O homem que engarrafava nuvens, 2009, Lírio Ferreira

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.