Ano 15

Elisabeth Hartmann

*23 de dezembro de 1941 - Porto Alegre - RS

Cena de Mulher desejada, 1978, Alfredo Sternheim
Cena de Mulher desejada, 1978, Alfredo Sternheim
Veterana da televisão e do teatro, Elisabeth Hartmann brilhou no cinema em mais de duas dezenas de filmes, nos anos de 1960 a 80.

Elisabeth Hartmann se formou em arte dramática na UFRS, nos anos 1960 – depois de atuar em peças em Porto Alegre, muda-se para São Paulo na mesma década. Em solo paulista, trabalha como manequim e constrói carreira importante no teatro - com atuações nas companhias de Cacilda Becker, Nídia Lícia e Ruth Escobar; em novelas na TV Tupi; e no cinema paulista, em várias produções da Boca do Lixo. Elizabeth Hartmann estreia em novelas em A outra, de Walter George Durst, dirigida por Geraldo Vietri - também novelista e que vai escalar a atriz para várias de suas produções. Dentre os destaques na TV estão a Gertrude deMeu rico português (1975 – Geraldo Vietri), e, sobretudo, a madrasta Catarina na deliciosa e anárquica novela Cinderela 77 (1977 – Walter Negrão e Chico de Assis). A atriz estreia no cinema em A ilha (1963), do mestre Walter Hugo Khouri.

No início da carreira cinematográfica, Elisabeth Hartmann começa uma série de atuações em filmes de Mazzaroppi – o primeiro é O puritano da rua augusta (1965). A atriz marca presença também em várias produções da Boca do Lixo, em filmes de grandes diretores da Boca, como Ody Fraga, Fauzi Mansur e Jean Garret. Entre seus destaques como atriz estãoMulher desejadaHerança dos devassosOs imorais e Palácio de vênus.


Filmografia

A ilha, 1963, Walter Hugo Khouri
O puritano da rua augusta, 1965, Amacio Mazzaropi
O jeca e a freira, 1968, Amacio Mazzaropi
No paraíso das solteironas, 1969, Amácio Mazzaropi
Uma pistola para djeca, 1969, Ary Fernandes
Diabólicos herdeiros, 1971, Geraldo Vietri
Os garotos virgens de ipanema, 1973, Osvaldo de Oliveira
Portugal... minha saudade, 1974, Amacio Mazzaropi
Macho e fêmea, 1974, Ody Fraga
A noite das fêmeas, 1976, Fauzi Mansur
Senhora, 1976, Geraldo Vietri
Jecão, um fofoqueiro no céu, 1977, Amacio Mazzaropi e Pio Zamuner
Internato de meninas virgens, 1977, Osvaldo de Oliveira
Mulher desejada, 1978, Alfredo Sternheim
O jeca e seu filho preto, 1978, Berilo Faccio e Pio Zamuner
A força dos sentidos, 1978, Jean Garrett
Os imorais, 1979, Geraldo Vietri
Herança dos devassos, 1979, Alfredo Sternheim e César Cabral
Palácio de vênus, 1980, Ody Fraga
Os rapazes da difícil vida fácil, 1981, José Miziara
Amélia, mulher de verdade, 1981, Deni Cavalcanti
Sacanagem, episódio Gatas no cio, 1981, Alfredo Sternheim
Curral de mulheres, 1982, Osvaldo de Oliveira

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.