Ano 15

Isabella

*27 de julho de 1930, +01 de fevereiro de 2011 - Mundo Novo - BA

cena de O desafio, 1965, Paulo César Saraceni
cena de O desafio, 1965, Paulo César Saraceni
Musa do Cinema Novo, Isabella é uma atriz essencialmente cinematográfica. Sua estreia nas telas foi no clássico Cinco vezes favela, longa produzido pelo CPC – Centro Popular de Cultura, da UNE,  no episódio Um favelado, dirigido por Marcos Farias. Começava aí uma carreira importante em filmes de cineastas essenciais do cinema nacional. 

Isabella começou sua carreira artística pelo teatro, com passagens de formação pelo Tablado e pelo Conservatório Nacional de Teatro. Depois de uma carreira também como modelo, a atriz estreia no cinema em Cinco vezes favela, em 1962. Pouco tempo depois encontra o cinema autoral de Paulo César Saraceni, com quem se casa e torna-se musa. Sob a direção do cineasta do Cinema Novo atua em Desafio e em Capitu.  A atriz possui um rosto expressivo, onde os grandes e penetrantes olhos parecem querer nos convidar a mergulhos intensos e profundos. Essa característa a tornou uma intérprete talhada para Capitu, também dirigido por Saraceni, e com roteiro assinado pelo crítico de cinema Paulo Emílio Salles Gomes e pela escritora, e sua esposa, Lygia Fagundes Telles - ainda que o filme não faça justiça à obra-prima Dom Casmurro, de Machado de Assis.

Nos anos 70 torna-se musa de Carlos Frederico, com quem vem a se casar, e atua em A possuída dos mil demôniosLerfá mú, e nos curtas O lobo do homem ou relações humanas e O mundo a seus pés.  Com Alberto Salvá atua em As quatro chaves mágicas, pelo qual ganha o prêmio Coruja de Ouro de Atriz  coadjuvante. Isabella tem no curriculo filmes míticos comoProezas de satanás na vila do leva e trázPedro diabo ama rosa meia-noite, e Barão olavo, o horrível


Filmografia

Cinco vezes favela, episódio Um favelado, 1962, Marcos Farias
Os apavorados, 1962, Ismar Porto
O desafio, 1965, Paulo César Saraceni
Proezas de satanás na vila do leva e tráz, 1967, Paulo Gil Soares
Capitu, 1968, Paulo César Saraceni
Pedro diabo ama rosa meia-noite, 1969, Miguel Faria Jr.
O bravo guerreiro, 1969, Gustavo Dahl
A cama ao alcance de todos, episódio A primeira cama, 1969, Alberto Salvá
Barão olavo, o horrível, 1970, Júlio Bressane
Lúcia mccartney, uma garota de programa, 1971, David Neves
A possuída dos mil demônios, 1971, Carlos Frederico
As quatro chaves mágicas, 1971, Alberto Salvá
O lobo do homem ou relações humanas, 1977, curta, Carlos Frederico Rodrigues
A lira do delírio, 1978, Walter Lima Jr.
Lerfá mú, 1979, Carlos Frederico Rodrigues
Parceiros da aventura, 1980, José Medeiros
O Mundo a seus pés, 1987, curta,Carlos Frederico
Brasília 18%, 2006, Nelson Pereira dos Santos

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.