Ano 15

Ivete Bonfá

*04 de março de 1940, +30 de março de 1991


No cinema nacional há várias baixas de atrizes que morreram muito cedo – desde as modernas e radiantes Adriana Prieto e Leila Diniz, ainda na casa dos 20 anos, até outras que se foram no esplendor da maturidade como as maravilhosas Dina Sfat e Isabel Ribeiro. A paulista Ivete Bonfá é também uma delas, falecida aos 51 anos.

Ivete Bonfá iniciou sua carreira nos anos 1960 no teatro, veículo onde faz estudos com Eugênio Kusnet. Logo após, estréea na Companhia de Nidia Lycia e desenvolve carreira nos palcos até os últimos anos de sua vida. Ainda na década de 60, estreia em novelas na TV, com uma dezena de produções no currículo – seu último trabalho na telinha foi na minissérie Boca do lixo, em 1990. Nos anos 70, o cinema brasileiro é marcado pelas pornochanchadas, as comédias eróticas de enorme sucesso, e também por várias vertentes do cinema popular. E é nesse período que Ivete Bonfá vai atuar em vários títulos, como A super fêmea e Já não se faz amor como antigamente.

Ivete Bonfá atua em muitos filmes até a década de 80 - está também O rei da noite, de Hector Babenco, O caçador de esmeraldas, de Osvaldo de Oliveira, e em vários filmes dos cineastas Alfredo Sternheim e Juan Bajon - inclusive em produções contendo sexo explícito.


Filmografia

O detetive blacha contra o gênio do crime, 1973, Tito Teijido
A super fêmea, 1973, Aníbal Massaini Neto
Anjo loiro, 1973, Alfredo Sternheim
O rei da noite, 1975, Hector Babenco
Ainda agarro esse machão, 1975, Edward Freund
Já não se faz amor como antigamente, episódio Oh! dúvida cruel, 1976, Anselmo Duarte
Mulher desejada, 1978, Alfredo Sternheim
O estripador de mulheres, 1978, Juan Bajon
Sinfonia sertaneja, 1979, Black Cavalcanti
Diário de uma prostituta, 1979, Edward Freund
O caçador de esmeraldas, 1979, Osvaldo de Oliveira
A virgem e o bem-dotado, 1980, Edward Freund
Seduzidas pelo demônio, 1980, Raffaele Rossi
Colegiais e lições de sexo, 1980, Juan Bajon
A noite das depravadas, 1981, Juan Bajon
Fantasias sexuais, episódio O caftén, 1982, Juan Bajon
Elas só transam no disco, 1983, Ary Fernandes
Taras de colegiais, 1984, Juan Bajon
Variações do sexo explícito, 1984, Alfredo Sternheim
Sexo dos anormais, 1984, Alfredo Sternheim
Sexo em grupo, 1984, Alfredo Sternheim
Sexo Total, 1985, Antonio Meliande
Sua excelência, o candidato, 1991, Ricardo Pinto e Silva

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.