Ano 15

Leona Cavalli

*06 de novembro de 1969 - Rosário do Sul - RS

Cena de Contra todos, 2003, Roberto Moreira
Cena de Contra todos, 2003, Roberto Moreira
Leona Cavalli estreou como apresentadora do Canal Brasil com a Sessão Cult. Nada mais apropriado para essa que é, com certeza, além de excelente atriz, uma das mais “cults” do cinema brasileiro atual. E entre filmes desse quilate em seu currículo estão Um céu de estrelas e Amarelo manga . 

Nascida em Rosário do Sul, desde criança  Leona Cavalli se apaixonou com a profissão de atriz – atuou no teatro infantil de sua cidade. Na adolescência, muda-se para Porto Alegre, cidade em que, definitivamente, dá início a sua tão sonhada carreira nos palcos – seu primeiro trabalho é em Valsa nº 6, de Nelson Rodrigues.  Na década de 1990, adota São Paulo como sua cidade, faz curso de teatro na PUC, e passa pelas mãos da mestre Myriam Muniz. E é em solo paulista que Leona Cavalli vai encontrar o teatro exuberante de José Celso Martinez Correia e seu Oficina, com atuações em espetáculos como As troianas e Ham-Let. A atriz constrói carreira importante nos palcos, com atuações consagradas pela crítica em Um bonde chamado desejo e Toda nudez será castigada. Leona Cavalli estreia no cinema com o pé direito em Um céu de estrelas, primeiro e acachapante longa de Tata Amaral, em que tem atuação maravilhosa. Na televisão, depois de participações nos seriados Os normais e A grande família, intensifica sua atuação em novelas, como Da cor do pecado, Duas Caras, e Gabriela - em que faz sucesso como a prostituta romântica Zarolha..  

Ainda na década de 90, Leona Cavalli  atua em curtas, e entra os anos 2000 com toda a força, tornando-se um dos maiores nomes dessa nova safra de filmes. Depois de voltar a atuar sob a direção de Tata Amaral em Através da janela (2000) - e depois em Antonia - o filme (2006 --, emenda um filme atrás do outro e é dirigida por cineastas autorais como Cláudio Assis, no impactante Amarelo manga; Carandiru, a superprodução de Hector Babenco; o surpreendente Contra todos, de Roberto Moreira; e Quanto vale ou é por quilo? e Os inquilinos, do polêmico Sérgio Bianchi.  


Filmografia

Um céu de estrelas, 1996, Tata Amaral
O trabalho dos homens, 1997, curta, Fernando Bonassi
Ilha, 1999, curta, Zeca Pires
Desequilíbrio, 2001, curta, Francisco Garica
Amarelo manga, 2002, Cláudio Assis
Contra todos, 2003, Roberto Moreira
Carandiru, 2003, Hector Babenco
Olga, 2004, Jayme Monjardim
Capital circulante, 2004, curta, Ricardo Mehedff
Cafundó, 2005, Paulo Betti e Clóvis Bueno
Quanto vale ou é por quilo?, 2005, Sérgio Bianchi
Antonia - o filme, 2006, Tata Amaral
Os inquilinos, 2009, Sérgio Bianchi
Aparecida - o milagre, 2010, Tizuka Yamasaki

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.