Ano 15

Malu Mader

*12 de setembro de 1966 - Rio de Janeiro - RJ

Cena de Dedé mamata, 1988, Rodolfo Brandão
Cena de Dedé mamata, 1988, Rodolfo Brandão
Uma das mais desejadas mulheres brasileiras, Malu Mader é uma atriz privilegiada, já que com mais de vinte anos de carreira só faz o que quer. Principalmente na TV, em que é é uma das musas do autor Gilberto Braga, um dos escritores de novelas mais importantes da Rede Globo. Mesmo com poucas atuações no cinema, a atriz vem intensificando sua participação nas nossas telas nesses primeiros anos dessa década. E ainda por fim se tornou cineasta.

Malu Mader, como tantos outros nomes de sua geração, foi beber nas águas do Tablado de Maria Clara Machado, onde iniciou seus estudos artísticos. Em 1983 já impressiona em sua estreia em novelas na última escrita por Janete Clair, Eu prometo (finalizada por Glória Perez) e que de uma só vez reunia três nomes que brilhariam mais tarde – Fernanda Torres e Júlia Lemmertz são as outras duas. Outros grandes momentos na telinha são nas minisséries Anos dourados e Anos rebeldes, ambas de Braga. Três anos depois estreia no  cinema no musical Rock estrela, de Lael Rodrigues, filão de filmes para e sobre jovens em que irá participar em mais dois títulos: Feliz ano velho e Dedé mamata.

A partir do final dos anos 90, Malu Mader faz a passagem para filmes de temática adulta: o de fundo histórico Mauá, o imperador e o rei; Bellini e a esfinge - adaptação cinematográfica do livro de seu marido Tony Bellotto, músico da banda `Titãs´; e, sobretudo, no ótimo O invasor, de Beto Brant, um dos cineastas mais vigorosos do cinema brasileiro atual.

Por fim, Malu Mader estreia por trás das câmeras como cineasta, co-dirigindo o belo documentário Contratempo com Mini Kerti.


Filmografia

Rock estrela, 1986, Lael Rodrigues
Feliz ano velho, 1987, Roberto Gervitz
Dedé mamata, 1988, Rodolfo Brandão
Mauá, o imperador e o rei, 1999, Sérgio Rezende
Bellini e a esfinge, 2001, Roberto Santucci
O invasor, 2002, Beto Brant
Sexo, amor e traição, 2003, Jorge Fernando  
Brasília 18%, 2006, Nelson Pereira dos Santos
Podecrer, 2007, Arthur Fontes
Sexo com amor, 2008, Wolf Maya
A casa da mãe joana, 2008, Hugo Carvana



Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.
Sala 
 Ana Carolina
Cineasta de assinatura personalíssima e de filmografia inquietante.