Ano 15

Márcia Maria

*05 de fevereiro de 1944, +08 de fevereiro de 2012 - *Vitória - ES

Cena de As intimidades de Analu e Fernanda (à direita), 1980, José Miziara(na foto,com Helena Ramos)
Cena de As intimidades de Analu e Fernanda (à direita), 1980, José Miziara(na foto,com Helena Ramos)
Márcia Maria é uma das veteranas da televisão, com trabalhos desde os anos 1960. A atriz também atuou no cinema nas décadas de 1970 e 1980.

Márcia Maria construiu uma extensa carreira na televisão, com trabalhos como atriz e apresentadora. A atriz foi estrela em duas importantes emissoras: Record e Tupi. Na primeira, estreou na série Ceará contra 007, de Marcos César, em 1965, e brilhou em novelas como Algemas de ouro (1969), As pupilas do senhor reitor (1970) e Os deuses estão mortos (1971). Já na Tupi, atuou em novelas importantes como Os inocentes, de Ivani Ribeiro, em 1974, e fez par romântico com o ator Jonas Mello em novelas de Geraldo Vietri – Meu rico português (1975), João brasileiro, o bom baiano (1978). Márcia Maria estreia no cinema em 1971, em provocativo filme de Fauzi Mansur, Cio – uma verdadeira história de amor, em que faz parte de um polêmico triângulo amoroso – seu noivo Paulo, um adulto, apaixona-se por um engraxate adolescente. Em 1974, Márcia Maria atua em Gente que transa, estreia de Sílvio de Abreu como cineasta – depois de alguns filmes, Abreu desenvolve importante carreira como autor de telenovelas.

Ainda nos anos 1970, Márcia Maria atua em Que estranha forma de amar, dirigido por Geraldo Vietri, autor com quem trabalha na Tupi. E é com José Miziara que tem os dois grandes personagens cinematográficos de sua carreira, nos filmes As amantes de um homem proibido e As Intimidades de analu e fernanda.



Filmografia

Cio – uma verdadeira história de amor, 1971, Fauzi Mansur
Gente que transa, 1974, Sílvio de Abreu
Que estranha forma de amar, 1977, Geraldo Vietri
As amantes de um homem proibido, 1978, José Miziara
As intimidades de analu e fernanda, 1980, José Miziara

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.