Ano 15

Maria Isabel de Lizandra

*05 de junho de 1945 - São Paulo - SP

Cena de Belas e corrompidas, 1977, Fauzi Mansur
Cena de Belas e corrompidas, 1977, Fauzi Mansur
Nome de destaque na televisão, sobretudo na TV Tupi, onde foi estrela, Maria Isabel de Lizandra deixou também seu talento registrado no cinema.

A paulista Maria Isabel de Lizandra começou sua carreira no teatro. A consagração se deu na televisão como estrela da TV Tupi nos anos 1970. Sua estreia em novelas foi em 1964 em Se o mar contasse, de Ivani Ribeiro, a grande mestre das telenovelas. E foi Ivani a responsável por um grande sucesso da atriz, a Malu de Mulheres de areia, em 1973. A dobradinha com Antônio Fagundes fez tanto sucesso nesta novela que os dois protagonizaram em seguida a novela O machão, de Sérgio Jockyman, a partir de argumento de Ivani. Durante a carreira, a atriz atuou em várias emissoras. Maria Isabel de Lizandra estreou no cinema na adaptação de Jorge Andrade dirigida por Anselmo Duarte em 1964, Vereda da salvação. E brilha nesse filme como Ana, filha do personagem de José Parisi, que enfrenta o radicalismo místico que os camponeses da terra em que vive adotam, obedecentdo cegamente ao líder espiritual interpretado por Raul Cortez..

Depois do primeiro filme, Maria Isabel de Lizandra atua no cinema dos anos 70, em filmes de Ary Fernandes, Roberto Mauro e Fauzi Mansur. Com Mansur, atua em A noite das fêmeas, em 1976, e tem grande momento em Belas e corrompidas, em 1977. Neste último, é a protagonista Isabel, uma mulher sedutora e misteriosa, em trama de crimes e mistério. 


Filmografia

Vereda da salvação, 1964, Anselmo Duarte
O supermanso, 1974, Ary Fernandes
As mulheres sempre querem mais, 1974, Roberto Mauro
A noite das fêmeas, 1976, Fauzi Mansur
Belas e corrompidas, 1977, Fauzi Mansur


::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.