Ano 15

Mariana Ximenes

*26 de abril de 1981 - São Paulo - SP

Cena de A máquina, 2005, João Falcão
Cena de A máquina, 2005, João Falcão
O Cinema da Retomada não só revelou um grande número de cineastas e mulheres nas mais diferentes funções no set, como também grandes atrizes. Uma delas é Mariana Ximenes.  

Mariana Ximenes começou sua carreira no teatro amador, e, em sua formação, passou pela Escola de Teatro Célia Helena. Em 1998, tem um encontro importante com o autor de novelas Walcyr Carrasco e participa da novela Fascinação, exibida pelo SBT. A atriz e o escritor vão se encontrar mais vezes, já na Globo, em novelas de sucesso como A padroeira (2001), e Chocolate com pimenta (2003). Mas é com a personagem Bionda, de Uga uga (2000), de Carlos Lombardi, que atriz vai confirmar seu espaço e ganhar o coração do público, fato consumado ao personificar a vilã Clara em Passione (2010), de Sílvio de Abreu. Mariana Ximenez revelou-se uma atriz de primeira no cinema brasileiro.  A estreia é em Caminho dos sonhos (1998), de Lucas Amberg, mas é nos anos 2000 que a atriz vai inscrever seu nome no cinema nacional com trabalhos memoráveis.  

A partir de 2001, Mariana Ximenes atuou sob a batuta de grandes diretores, como Júlio Bressane, Zelito Viana e Tizuka Yamasaki. E é com Beto Brant, um dos nossos mais vigorosos cineastas, que a atriz vai encantar  o público e a crítica em O invasor, em que protagoniza cenas ousadas envolvendo drogas e lesbianismo – por sua personagem Marina, recebe prêmio no Festival de Recife 2002. Entre outros filmes, a atriz protagoniza A máquina, de João Falcão, versão cinematográfica de peça de sucesso.  


Filmografia

Caminho dos sonhos, 1998, Lucas Amberg
Dias de nietzche em turim, 2001, Júlio Bressane
O invasor, 2002, Beto Brant
O homem do ano, 2003, José Henrique Fonseca
Uma estrela pra ioô, 2004, curta, Bruno Safadi
Gaijin 2 – ama-me como sou, 2005, Tizuka Yamasaki
A máquina, 2005, João Falcão
Muita alegria e 40 graus de calor, 2006, curta, Jorge W. Atalla
Muito gelo e dois dedos d´água, 2006, Daniel Filho
A mulher do meu amigo, 2008, Cláudio Torres
Bela noite para voar, 2009, Zelito Viana 
Hotel Atlântico, 2009, Suzana Amaral
Quincas Berro d´água, 2010, Sérgio Machado
Os penetras, 2012, Andrucha Waddington
O rio nos pertence!, 2013, Ricardo Pretti
O uivo da gaita, 2013, Bruno Safadi
O gorila, 2013, José Eduardo Belmonte



::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.