Ano 15

Mayara Magri

*02 de maio de 1962 - Mogiguaçu - SP

Cena de A próxima vítima, 1983, João Bastista Andrade
Cena de A próxima vítima, 1983, João Bastista Andrade
Algumas atrizes estrearam no cinema nacional com o pé direito, já arrebatando prêmios e prometendo uma carreira grandiosa em nossas telas. No entanto, isso nem sempre aconteceu, e, infelizmente, essas mesmas atrizes não deram prosseguimento com a mesma intensidade à carreira cinematográfica. Como a paulista Mayara Magri.  

Mayara Magri teve formação artística pela Escola de Arte Dramática da USP. A atriz chega aos palcos, às telas e à telinha no início da década de 1980, desenvolvendo carreira mais constante na televisão. Sua primeira novela é um marco da teledramaturgia, Os adolescentes, escrita pelos mestres Ivani Ribeiro e Jorge Andrade, em 1981. E é nesse veículo que ela vai exercer com mais freqüência seu ofício de atriz, em trabalhos  como Roda de fogo (1986), de Lauro César Muniz, Éramos seis(1994), de Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho, e A escrava isaura(2004), de Tiago Santiago e Anamaria Nunes. Mayara Magri estreia no cinema em  A próxima vítima, elogiado filme dirigido por João Batista de Andrade, em 1983. Por sua interpretação da prostituta Luna, a atriz recebe vários prêmios, entre eles a Menção Honrosa no XII Festival de Gramado de 1984.   

 Ainda na década de 80, Mayara Magri desenvolve também carreira no teatro. A atriz está também em mais dois filmes da época: o policial Shock: diversão diabólica, de Jair Correira; eQuero ser feliz, de Sérgio Lerrer. 


Filmografia

A próxima vítima, 1983, João Batista de Andrade
Shock: diversão diabólica, 1986, Jair Correia
Quero ser feliz, 1986, Sérgio Lerrer
Àtimo, 1997, curta, Romeu di Sessa


::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.