Ano 15

Nicole Puzzi

*17 de maio de 1958 - Floraí - PR

Cena de Gabriela, cravo e canela, 1982, Bruno Barreto
Cena de Gabriela, cravo e canela, 1982, Bruno Barreto
Mesmo com o poder de sedução da TV, algumas atrizes acabaram direcionando suas carreiras para o cinema, ainda que marcando presença ou sendo reveladas ao grande público pela telinha. Esse é o caso da belíssima Nicole Puzzi, uma das musas do cinema popular de estrondoso sucesso na década de 1970 e 80, e do cineasta Walter Hugo Khouri.

Nicole Puzzi começou sua carreira em São Paulo como modelo profissional. Depois de participar de alguns programas na TV, estreia como atriz de novelas em O machão, em 1974. Nos anos 70, a Rua do Triunfo em São Paulo, conhecida como Boca do Lixo, domina a produção cinematográfica e lota as salas. E é ali que Nicole Puzzi vai iniciar sua carreira no cinema nacional e tornar-se uma das musas do gênero. A atriz atua em cerca de uma dúzia de novelas, sendo que no cinema soma o dobro de atuações durante sua trajetória. Seu primeiro filme é Possuídas pelo pecado, do mestre Jean Garrett, e nos anos seguintes é protagonista em Ariella, de John Herbert, onde está belíssima, como também em Volúpia do prazer, de Rubens Eleutério, e Tessa, a gata, também de Herbert. Em 82 tem ótima presença em Retrato falado de uma mulher sem pudor, de Jair Correia e Hélio Porto, protagonizado por Monique Lafond.

No final dos anos 70, Nicole Puzzi encontra o cinema de Walter Hugo Khouri e torna-se uma de suas musas. A atriz atua em quatro filmes do cineasta - os ótimos O prisioneiro do sexoConvite ao prazerEros, o deus do amor, e Eu. É escalada por Bruno Barreto para interpretar Malvina na co-produção internacional Gabriela, cravo e canela, personagem que na novela marco da TV tinha sido de Elizabeth Savalla. Filhos e amantes, de Francisco Ramalho Jr, e As sete vampiras, de Ivan Cardoso são alguns destaques de sua carreira.


Filmografia

Possuídas pelo pecado, 1976, Jean Garrett
Escola penal de meninas violentadas, 1977, Antônio Meliande
Pensionato das vigaristas, 1977, Osvaldo Oliveira
Bandido! fúria do sexo, 1978, David Cardoso
Reformatório das depravadas, 1978, Ody Fraga
Damas do prazer, 1978, Antônio Meliande
Belinda dos orixás na praia do desejo, 1979, Antonio B. Thomé
O prisioneiro do sexo, 1979, Walter Hugo Khouri
Ariella, 1980, John Herbert
Convite ao prazer, 1980, Walter Hugo Khouri
Volúpia do prazer, 1981, Rubens Eleutério
Eros, o deus do amor, 1981, Walter Hugo Khouri
Filhos e amantes, 1981, Francisco Ramalho Jr.
Tessa, a gata, 1982, John Herbert
Gabriela, cravo e canela, 1982, Bruno Barreto
O bom burguês, 1982, Oswaldo Caldeira
Retrato falado de uma mulher sem pudor, 1982, Jair Correia e Hélio Porto
As sete vampiras, 1986, Ivan Cardoso
Eu, 1986, Walter Hugo Khouri
Anjos do arrabalde, 1986, Carlos Reichenbach

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.