Ano 15

Selma Egrei

*16 de março de 1949 - São Paulo - SP

Cena de O desejo, 1975, Walter Hugo Khouri
Cena de O desejo, 1975, Walter Hugo Khouri
Selma Egrei é uma das atrizes mais belas e enigmáticas do cinema nacional. Uma das musas do cinema popular da década de 1970, levou  seu charme e altivez para produções de cineastas de diferentes linhagens, como Walter Hugo Khouri, Sylvio Back, Eduardo Escorel e Tereza Trautman.

Em 1970, Selma Egrei ingressa na EAD – Escola de Arte Dramática. Nos primeiros anos dessa década, a atriz  atua nos três veículos, televisão, teatro e cinema, mas é o último que irá privilegiar durante a maior parte de sua carreira, atuando em mais de 30 filmes. Na televisão sua primeira novela foi A gordinha (1970) e nos dois anos seguintes atua em outras como Simplesmente maria e Hospital – em 1976 alcança enorme popularidade como a doce Rosário em Papai coração. Selma Egrei  passa por todas as emissoras, mesmo que de forma pontual. Já  no cinema emenda um filme atrás do outro, desde sua estreia em 1971 em Cordélia cordélia até a metade da década de 80. Nos últimos anos tem privilegiado mais o teatro, com atuações aplaudidas pela crítica e dirigida por diretores importantes como José Possi Neto e Celso Nunes, e também participações na TV.

Selma Egrei é umma das musas de Walter Hugo Khouri, com quem realizou quatro filmes - O anjo da noiteO desejo, Filhas do fogo, e Eros, o deus do amor. A atriz filmou com todos os diretores importantes da Boca do Lixo, como Fauzi Mansur, Cláudio Cunha, J.Marreco,  John Doo e Jean Garrett. Alguns outros destaques são A carneAdultério por amorSexo, sua única armaAleluia gretchenAto de violência, A estrela nua,  e Sonhos de menina moça.


Filmografia

Cordélia, cordélia, 1971, Rodolfo Nanni
Paraíso proibido, 1971, Carlos Reichenbach
Vozes do medo, 1972, Adilson Bonni e Maurice Capovila
Obsessão maldita, 1973, Flávio Ribeiro Nogueira
A noite do desejo, 1973, Fauzi Mansur
O anjo da noite, 1974, Walter Hugo Khouri
As delícias da vida, 1974, Maurício Rittner
O poderoso machão, 1974, Roberto Mauro
O dia em que o santo pecou, 1975, Cláudio Cunha
Jeca macumbeiro, 1975, Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner
A casa das tentações, 1975, Rubem Biáfora
O desejo, 1975, Walter Hugo Khouri
A carne, 1975, J. Marreco
Aleluia gretchen`(1976), de Sylvio Back
Ninfas diabólicas, 1977, John Doo
Gente fina é outra coisa, 1977, Antonio Calmon
Emanuelle tropical, 1977, J. Marreco
Uma estranha história de amor, 1978, John Doo
Nos embalos de ipanema, 1978, Antonio Calmon
As filhas do fogo, 1978, Walter Hugo Khouri
Adultério por amor, 1978, Geraldo Vietri
Mulheres do cais, 1979, José Miziara
O coronel e o lobisomem, 1979, Alcino Diniz
Ato de violência, 1980, Eduardo Escorel
Sexo, Sua única arma, 1981, Geraldo Vietri
Eros, o deus do amor, 1981, Walter Hugo Khouri
Tchau  amor, 1982, Jean Garrett
Força estranha, 1983, Pedro Mawashe
Elite devassa, 1984, Luiz Castillini
A estrela nua, 1984, José Antonio Garcia e Ícaro Martins
Sonhos de menina moça, 1987, Tereza Trautman
O signo da cidade, 2007, Carlos Alberto Ricelli
Chega de saudade, 2007, Lais Bodanzky
Nosso lar, 2010, Wagner de Assis

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.