Ano 15

Sura Berditchevsky

*01 de julho de 1953 - São Paulo - SP

Cena de Noites do sertão, 1984, Carlos Alberto Prates Correia
Cena de Noites do sertão, 1984, Carlos Alberto Prates Correia
Algumas atrizes possuem uma forte inclinação para o papel de educadoras e diretoras, e acabam deixando um pouco de lado as interpretações no palco para se dedicarem a trabalhos nos bastidores, formando novos talentos e dirigindo espetáculos. O caso mais célebre é o da mineira Maria Clara Machado, fundadora do Teatro Tablado, um marco nas artes cênicas brasileiras. E nessa galeria figura o nome da atriz, diretora, professora e escritora Sura Berditchevsky.

Sura Berditchevsky iniciou sua carreira no teatro nos anos 1970, veículo onde se consagraria como uma importante professora do Tablado de Maria Clara Machado, como diretora de espetáculos premiados – é uma dos diretores do sucesso Cócegas, com Ingrid Guimarães e Heloisa Perissé – e consagrada escritora infantil. Em 1979 chega às novelas da Rede Globo em papel de destaque no marco Dancin’ days, de Gilberto Braga, e no ano seguinte é uma das protagonistas de Marrom glacê, de Cassiano Gabus Mendes. Aos poucos, Sura vai se afastando da carreira de atriz e intensificando sua atuação como educadora, diretora e escritora – atua em poucas novelas. Estreia no cinema em 1977, em Ajuricaba, o rebelde da amazônia, Oswaldo Caldeira.

Na década de 80, Sura Berditchevsky atua em dois filmes importantes do período: a ótima adaptação cinematográfica de Neville d’Almeida para o texto de Nelson Rodrigues, em Os sete gatinhos; e no belíssimo e delicado Noites do sertão, do cineasta mineiro Carlos Alberto Prates Correia – é também uma dos roteiristas de Cavalinho azul (1984), de Eduardo Escorel. No final dos anos 80, a atriz marca presença no curta Musika, de outro mineiro, o cineasta Rafael Conde. Depois de anos afastada das telas, Sura Berditchevsky volta a firmar sua parceria com os cineastas mineiros, fazendo uma participação no novo filme de Paulo Thiago, O vestido.


Filmografia

Coronel delmiro gouveia, 1978, Geraldo Sarno
Os sete gatinhos, 1980, Neville D’Almeida
Noites do sertão, 1984, Carlos Alberto Prates Correia
Cavalinho azul, 1984, Eduardo Escorel - como co-roteirista
Musika, 1989, curta, Rafael Conde
Viagem de volta, 1990, Emiliano Ribeiro
O vestido, 2003, Paulo Thiago 
O diário de tati, 2012, Mauro Farias

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.
Sala 
 Carmen Santos
Pioneira no cinema: atriz, cineasta, produtora, roteirista e dona de estúdio.