Ano 15

Bia Lessa

10 de junho de 1958 - São Paulo - SP

Crédito: João Gaudenzi - publicação Quem é Quem no Cinema
Crédito: João Gaudenzi - publicação Quem é Quem no Cinema
Bia Lessa nasceu em 10 de junho de 1958, em São Paulo – SP.

É atriz, diretora de teatro, diretora de shows, curadora de artes plásticas e cineasta.

Sua formação se deu no Teatro Tablado, de Maria Clara Machado, onde estreia como atriz em Maroquinhas fru-fru, de Maria Clara, dirigida por Wolf Maia.

Mas é como diretora de teatro que se torna um dos destaques dos palcos de vanguarda nos anos 1980 - outro nome do período é Gerald Thomas. 

O primeiro grande destaque na direção se dá em 1986 com o espetáculo Ensaio n. 3 – ideias e repetições – um musical de gestos, que lhe vale o Prêmio Moliere de Melhor Direção.

Bia Lessa encena vários espetáculos de grande sucesso de crítica nas décadas de 1980 e 90, e dirige algumas das mais talentosas atrizes dos nossos palcos: Giulia Gan em Cena de origem (1989); Fernanda Torres em Orlando (1989); Luciana Braga e Carla Camurati em Cartas portuguesas (1991); Renata Sorrah em As três irmãs; Julia Lemmertz e Betty Gofman em Casa de bonecas.

Em 1996, Bia Lessa estreou com cineasta com o filme Crede-mi, co-dirigido com Dany Roland.

No filme, um notável exercício experimental, os diretores fizeram uma adaptação livre de O eleito, de Thomas Mann, e transportaram o enredo para o sertão do Ceará, com os próprios moradores encenando a história.

Credi-mi é um filme impactante e bastante diferenciado dos filmes dessa época de início de Cinema da Retomada.

Bia Lessa se tornou também uma consagrada diretora de espetáculos, com trabalhos importantes com Maria Bethânia, como Brasileirinho e Tempo tempo tempo tempo

::Voltar
Sala 
 Ana Carolina
Cineasta de assinatura personalíssima e de filmografia inquietante.