Ano 15

Daniela Thomas

*1959 - Rio de Janeiro - RJ


Daniela Thomas é cineasta e roteirista. Filha do cartunista Ziraldo, nasceu em 1959, no Rio de Janeiro.

Daniela Thomas é nome de destaque também no teatro, com espetáculos de vanguarda como o belíssimo Pentesiléias, espetáculo que teve como protagonistas as atrizes Bete Coelho e Giulia Gam.

Começou a realizar curtas e vídeos com a produtora “Crosswind Films”, que fundou com Stevem Bernstein.

Em 1985, Daniela Thomas inaugurou uma das mais celebradas parcerias cinematográficas com o cineasta Walter Salles com o premiado Terra estrangeira. Protagonizado por Fernando Alves Pinto e Fernanda Torres, o filme é um registro imediato do início dos anos Collor, quando muitos jovens brasileiros abandonam o país em busca de melhores oportunidades.

A partir de Terra estrangeira,a cineasta codirigiu outros filmes com Walter Salles: O primeiro dia(1998), filme encomendado por TV francesa sobre a virada do milênio;  e os curtas Somos todos filhos da terra (1998 - além de Thomas e Walter, também co-dirigido por João Moreira Salles e Kátia Lund), Armas e paz (2002), e Castanha e caju contra o encouraçado titanic (2002 - sob encomenda do Festival de Cannes); um episódio do longa Paris, te amo (2006), que reuniu 21 cineastas de várias partes do mundo para celebrar a “Cidade-Luz”.

Depois dos últimos trabalhos no formato curta-metragem, Daniela Thomas voltar a co-dirigir com Walter Salles um longa, Linha de passe (2008), prêmio de Melhor Atriz para Sandra Corveloni no Festival de Cannes 2008.

Daniela Thomas assinou ou teve participação no roteiro de todos os longas citados com Walter Salles, além de Menino maluquinho 2 – a aventura (1998 – Fernando Meirelles e Fabrizia Pinto), e Abril despedaçado (2001 – Walter Salles). 

Em 2008, dirige o episódio Voyage, do longa Stories on human rights.

Em 2009, Daniela Thomas volta a codirigir um longa, dessa vez com Felipe Hircsh, Insolação.

::Voltar
Sala 
 Ana Carolina
Cineasta de assinatura personalíssima e de filmografia inquietante.