Ano 15

Eliane Caffé

*1961 - São Paulo - SP


Uma das maiores revelações do cinema brasileiro contemporâneo, Eliane Caffé é sinônimo de um cinema autoral, que a coloca ao lado dos mais modernos e vigorosos cineastas surgidos nos anos 1980, como Tata Amaral e Beto Brant.  

Nascida em São Paulo, Eliane Caffé tem formação em psicologia, e, posteriormente, fez curso de cinema em Cuba e na Espanha. A cineasta debutou no cinema em 1987 com o curta-metragem O nariz, uma adaptação de texto de Luiz Fernando Veríssimo.   

Na década de 90, Eliane Caffé deu prosseguimento à sua carreira de curta-metragista, dirigindo os premiados Arabesco, em 1990, e Caligrama, em 1995, trabalhos que arrebataram prêmios,, respectivamente, nos Festivais de Brasília e em Gramado.  

Quatro anos depois, Eliane Caffé estreia em filmes de longa-metragem com o surpreendente Kenoma, filme protagonizado por José Dumont e Henrique Diaz. No filme, Dumont é Lineu, um homem obcecado com a construção de um moto-perpétuo.  

Kenoma revelou o fôlego que a cineasta já demonstrara nos curtas, com uma história bem contada, autoral e com ótima direção de atores. O filme foi premiado em vários festivais: Biarritz, Brasília, Miami. Kenoma marcou também a bem-sucedida parceria com o ator José Dumont, com quem Eliane Caffé voltaria a trabalhar no maravilhoso Narradores de javé.  

Realizado em 2003, Narradores de javé é, com certeza, um dos melhores filmes dos anos 2000. No filme, José Dumont é Antônio Biá, responsável por registrar, através do depoimento oral, a história do povoado de Javé, ameaçado ao desaparecimento devido à construção de uma usina hidrelétrica.   

Eliane Caffé conduz essa divertida história com maestria, valendo-se de todo o talento de José Dumont, em uma de suas melhores atuações no cinema nacional. Narradores de javé conta ainda com as presenças de atores do porte de Nelson Xavier, Rui Resende, Gero Camilo, Matheus Nachtergaele, Nelson Dantas, Maurício Tizumba, Altair Lima, Luci Pereira e moradores da região das filmagens.  

Narradores de javé recebeu vários prêmios em festivais no Rio, Recife, Bruxelas e na Suíça

Em 2010, Eliane Caffé confirma mais uma vez seu talento de cineasta com o denso longa O sol do meio-dia. Seu último filme é Era uma o Hotel Cambridge.

::Voltar
Sala 
 Ana Carolina
Cineasta de assinatura personalíssima e de filmografia inquietante.