Ano 15

Maria Augusta Ramos

*1964 - Brasília - DF


Maria Augusta Ramos é um dos grandes nomes do documentário brasileiro.

Nascida em Brasília, DF, em 1964, Maria Agusta Ramos começou na carreira artística estudando música - graduou-se na UNb e estendeu os estudos em estadias na França e na Inglaterra.

Em 1990, Maria Augusta Ramos especializou-se em direção e edição na Holanda, país onde terá trabalhos premiados - Butterflies in your stomach (1998) premiado pela TV holandesa; e Desi (2000) Prêmio de Público no Festival de Amsterdã.

De 1993 a 1999, a cineasta dirigiu os seguintes curtas e médias-metragens: - Eu acho que eu quero dizer é.. (1993) - roteiro, direção e produção executiva; Boy and aleid (1994) - roteiro, direção e produção executiva; Brasília, um dia em fevereiro (1995) - roteiro, direção e produção executiva; Two times at home (1996) - roteiro, direção e produção executiva; Butterflies in your stomach (1998) - roteiro e direção; The secret of the vibrato (1999) - roteiro, direção e produção executiva.

Depois de Desi (2000) - roteiro e direção; e Rio, um dia em agosto (2002) - roteiro e direção, Maria Augusta Ramos dirigiu um dos documentários mais impactantes do Cinema da Retomada: Justiça (2004) - roteiro e direção.

Justiça recebeu os seguintes prêmios:
- Prêmio de Melhor Filme no Festival Internacional de Documentário 'Visions du Réel' em Nyon, Suiça, maio/2004;
- Prêmio 'La Vague d'Or' de Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema Feminino de Bordeaux na França, out/2004;
- Prêmio da Anistia Internacional no Festival Internacional de Documentários de Copenhagen, Dinamarca, nov/2004;
- Menção Especial do Júri no Festival Internacional de Cinema Documental de Lisboa, Portugal, nov/2004; 
- Prêmio de Melhor Filme no Festival Internacional de Documentário de Taiwan, Taiwan, dez/2004;
- Vencedor do Prêmio de Melhor Diretora no Festival Internacional de Cinema de Santiago, Chile, 2005;
- Melhor Filme na Categoria Atlântico no Play-Doc - Festival Internacional de Documentários de Tui, Espanha, março/2005.

Em 2006, a cineasta realizou Designed for pleasure (2006) - diretora e produtora executiva.

Em 2007, causa sensação novamente com o impactante Juízo (2007) - roteiro, direção e co-produção.

Juízo recebeu o Prêmio do júri da "FIPRESCI" de melhor filme no Festival Internacional de Documentários e de Filmes de Animação de Leipzig (Alemanha/ 2007).

::Voltar
Sala 
 Ana Carolina
Cineasta de assinatura personalíssima e de filmografia inquietante.