Ano 15

Christiane Antuña

*13 de novembro - Belo Horizonte - MG

Cena de Vinho de rosas, 2005, Elza Cataldo
Cena de Vinho de rosas, 2005, Elza Cataldo
Atriz e jornalista, a mineira Christiane Antuña é sinônimo de talento na imprensa, nos palcos, na televisão e no cinema.

A carreira de Christiane Antuña é dividida em duas frentes: a da jornalista e a da atriz. Graduada em jornalismo pela PUC Minas, em 1987, virou referência na área com trabalhos importantes tanto na televisão – Programa Agenda e Programa de Música, ambos da Rede Minas, e telejornais em várias emissoras -, como no rádio – trabalhou na Rádio Alvorada FM durante anos assinando a agenda cultural do veículo. Em 1986 estreia como atriz nos palcos em Os sete contra Tebas, tragédia de Ésquilo, com tradução, adaptação e direção de Joaquim Costa. Também no final dessa década, faz curso com o diretor Pedro Paulo Cava, que resulta no espetáculo Valsa nº 6, de Nelson Rodrigues. Faz espetáculos infantis e também atua em Bella Ciao (1988), um marco na capital mineira dirigido por Cava. Depois faz inúmeros comerciais e só volta aos palcos anos depois no espetáculo Sobrado de Santa Tereza (1990).  Ausente do teatro mais uma vez, retorna ao integrar o Grupo Encena, um dos mais importantes da capital, em montagens memoráveis como Algo em comum (1997) - prêmio Amparc/Bonsucesso e prêmio Sesc/Sated de Melhor Atriz -, Relação pornográfica (2002) e O tempo e os Conways (2005). Outro momento importante nos palcos, mas aí já fora do Encena, é o belo Cheiro de Chuva. Em 1991, estreia como atriz na televisão e faz participação nos últimos capítulos da novela O dono do mundo, de Gilberto Braga, contracenando com Antônio Fagundes.

Christiane Antuña estreia no cinema fazendo pequenas participações. A primeira em O menino maluquinho (1995), de Helvécio Ratton, e a segunda em Samba canção (2000), de (Rafael Conde). Cinco anos depois tem grande papel em Vinho de rosas (2005), filme de estreia em longas da cineasta mineira Elza Cataldo. No filme ela faz Bárbara Heliodora, a esposa de Alvarenga Peixoto, uma das personagens principais da trama. O filme conta, de forma livre, a história da jovem Joaquina, filha de Tiradentes, e tem como cenário a Inconfidência Mineira.


Filmografia

O menino maluquinho, 1995, Helvécio Ratton
Samba canção, 2000, Rafael Conde
Vinho de rosas, 2005, Elza Cataldo

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.