Ano 15

Sílvia Salgado

*03 de maio de 1950 - Fortaleza - CE

Cena de O cortiço, 1978, Francisco Ramalho Jr
Cena de O cortiço, 1978, Francisco Ramalho Jr
A atriz Sílvia Salgado esbanja beleza e talento no cinema, e tem ótimas atuações em filmes de dois nomes essenciais da Boca do Lixo: José Miziara e Cláudio Cunha. 

Sílvia Salgado nasceu em Fortaleza, Ceará, mas radicou-se na primeira infância em São Paulo. Graduada em Psicologia, em 1977 ingressa na carreira artística ao ser revelada no concurso de talentos do programa de Moacyr Franco, na TV Globo. Daí, estreia na novela Á sombra dos laranjais (1977), de Benedito Ruy Barbosa e Sylvan Paezzo. Sua Jose, em O astro (1977/78), de Janete Clair, é o seu maior sucesso na telinha, e tem ótimo momento também como Bruna, em Ciranda de pedra (1981), de Teixeira Filho. A atriz procura formação em atuação e estreia no cinema em 1980, já em papel de destaque como Pombinha, em O cortiço, de Francisco Ramalho Jr., uma adaptação do clássico homônimo de Aluísio de Azevedo.

A atuação em O cortiço chama a atenção de outros cineastas, como José Miziara e Cláudio Cunha. Com Miziara protagoniza, ao lado da cantora Rosemmary, Meus homens, meus amores (1978), em que interpreta Ana, uma mulher subjugada pelo marido ciumento e canalha. Com Cláudio Cunha tem papel de destaque no notável Sábado Alucinante (1979), em que é uma das personagens que frequentam os tempos frenéticos da discoteca. A atriz tem bons momentos também em Por um corpo de mulher, de Hércules Breseghelo, Os rapazes da difícil vida fácil, novamente com José Miziara, e A mulher sensual, de Antonio Calmon. Sílvia Salgado integra a galeria de mocinhas dos filmes dos Trapalhões, ao atuar em O cinderelo trapalhão (1979), e Os três mosqueteiros trapalhões (1980), ambos dirigidos por Adriano Stuart. Depois de anos afastada das telas, retorna em Dores e amores (2010), de Ricardo Pinto e Silva.


Filmografia

O cortiço, 1978, Francisco Ramalho Jr.
Meus homens, meus amores, 1978, José Miziara
Sábado alucinante, 1979, Cláudio Cunha
Por um corpo de mulher, 1979, Hércules Breseghelo
O cinderelo trapalhão, 1979, Adriano Stuart
Os três mosqueteiros trapalhões, 1980, Adriano Stuart
Os rapazes da difícil vida fácil, 1980, José Miziara
A mulher sensual, 1981, Antonio Calmon
Dores e amores, 2010, Ricardo Pinto e Silva

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.