Ano 15

Adele Fátima

*17/02/1954 - Rio de Janeiro - RJ

cena de Histórias que nossas babás não contavam
cena de Histórias que nossas babás não contavam

Símbolo sexual nas décadas de 1970 e 80, Adele Fátima é musa eterna do cinema brasileiro.


A carioca Adele Fátima começou a carreira no início dos anos 1970, época em que foi modelo, garota-propaganda e que foi convidada por Oswaldo Sargentelli para integrar seu grupo de mulatas – no teatro, atuou também com o genial Grande Otelo. Na televisão, foi jurada de programas de auditório, dançarina, cantora, apresentadora e atriz, marcando presença em vários programas da Globo – Faça humor não faça guerra, Fantástico, Chico Anísio show, Viva o gordo, Brasil pandeiro, Sandra & Miéle. Como atriz de novelas e minisséries, atuou em produções como Gabriela, Agosto e Memorial de Maria Moura. A estreia em cinema foi em Com as calças na mão (1975), dirigido e protagonizado por Carlo Mossy.


Adele Fátima atuou em vários filmes na década de 1970 e foi dirigida por nomes como Ismar Porto, Reginaldo Faria, Jece Valadão e Luiz Antonio Piá. Seu grande sucesso do período e que ficou no imaginário popular é a apimentada versão para Branca de Neve em Histórias que nossas babás não contavam, de Osvaldo de Oliveira. No filme, sua Clara das Neves despertava a paixão dos sete anões e o ódio da rainha malvada de Meiry Vieira. Adele Fátima interpretou uma bond-girl no filme 007 contra o foguete da morte (1979), mas suas cenas foram cortadas e ela foi substituída. Na década de 1980, atuou em Fulaninha, de David Neves, e teve papel de protagonista feminina em Natal da portela, de Paulo César Saraceni – com quem voltou a trabalhar em O viajante.


Filmografia
- Com as calças na mão, 1975, Carlo Mossy
- As grã-finas e o camelô, 1976), Ismar Porto
- O flagrante, 1976, Reginaldo Faria
- As massagistas profissionais, 1976, Carlo Mossy
- Os amores da pantera, 1977, Jece Valadão
- O homem de seis milhões de cruzeiros contra as panteras, 1978, Luiz Antonio Piá
- Manicures à domicílio, 1978, Carlo Mossy
- Histórias que nossas babás não contavam, 1979, Osvaldo de Oliveira
- Fulaninha, 1986, David Neves
- Natal da Portela, 1988, Paulo César Saraceni
 O Viajante, 1999, Paulo César Saraceni

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.