Ano 15

Karine Teles

*16 de agosto de 1978 - Petrópolis - RJ

Cena de Riscado, 2011, Gustavo Pizzi
Cena de Riscado, 2011, Gustavo Pizzi
Karine Teles é a protagonista e roteirista do belíssimo e premiado Riscado, de Gustavo Pizzi.

Karine Teles nasceu em Petrópolis, mas o início da carreira artística foi em Maceió, Alagoas, quando muda-se para lá aos 14 anos, faz curso de teatro e estreia nos palcos em O Despertar da Primavera, de Frank Wedekind. Depois de três anos retorna ao Rio e radica-se na capital, onde faz Faculdade de Teatro na UniRio e jamais abandona os palcos – são cerca de 35 espetáculos no currículo, entre eles uma parceria importante com a diretora Bia Lessa. 

A estreia no cinema se dá em pequena participação em documentário de Sílvio Tendler, sobre o poeta Manuel Bandeira. Mas é o encontro com o cineasta Karim Ainouz que vai definir a carreira da atriz no cinema, quando se torna sua assistente pessoal durante o filme que marcou a estreia dele em longas: Madame Satã (2002), no qual ela também atua. E ainda porque Karim vai indicá-la para ser assistente do diretor americano Jonathan Nossiter.  Depois, Karine atua no curta Jaz aqui jaz a liberdade (2005), de Diogo Ely, do Projeto 48, da TNT. O segundo longa é Pretérito perfeito (2006), dirigido por seu marido, o cineasta Gustavo Pizzi, documentário que conta com a participação de atores, filme que produziu e no qual também atuou.  A atriz mostra seu trabalho também na série Mateus, o balconista (2009), da produtora Cavídeo, e atua em vários curtas.

Um episódio pessoal na vida de Karine Telles a inspira a escrever o roteiro de Riscado, dirigido por Gustavo Pizzi, e no qual é a protagonista. O ótimo filme conquista a crítica e o público, e recebe vários prêmios, como os de Melhor Direção, Roteiro e Atriz no Festival de Gramado e o APCA de Melhor Roteiro, além de ser premiado no Festival do Rio, no Festival de Sergipe e em Amsterdan. Em Riscado, ela é Bianca, uma atriz que tenta se manter com sua arte e faz bicos para sobreviver.


Filmografia

Madame Satã, 2002, Karim Ainouz
Aqui jaz a liberdade, 2005, Diogo Ely
Pretérito perfeito, 2006, Gustavo Pizzi – produção e atuação
Mateus, o balconista, 2009, série da Cavídeo, de Cavi Borges
Riscado, 2011, Gustavo Pizzi – roteiro e atuação
Feijoada completa, 2012, curta, Ângelo Defanti
O lobo atrás da porta, 2012, Fernando Coimbra
O homem móvel, 2012, curta, Ísio Guelman



Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.
Sala 
 Carmen Santos
Pioneira no cinema: atriz, cineasta, produtora, roteirista e dona de estúdio.