Ano 15

Maria Luíza Castelli

*13 de outubro de 1934 - *Guaporé - RS


Maria Luíza Castelli é atriz veterana da TV, do teatro e do cinema.

Maria Luíza Castelli começou a carreira artística em Porto Alegre, quando a TV Piratini abre testes para atores e ela, mesmo sem nenhuma formação na área, inscreve-se e passa. Ela dá sequência à carreira de atriz, muda-se para São Paulo e é contratada pela TV Tupi – O segredo de Laura (1964), como Geraldina; Quem casa com Maria? (1964), como a protagonista dona Ana; e O direito de nascer (1964/65), como Conceição, são seus primeiros trabalhos na televisão. Depois, atua em várias emissoras – Globo – Pigmalião 70 (1970), como Lalá, Cavalo de Aço (1973), como Marte, e Os ossos do barão (1973/74), como Verônica; Bandeirantes – Rosa Baiana (1981), como Neide; Cultura – O tronco do ipê (1982), como Francisca; e SBT - A justiça de Deus (1982), como dona Beatriz, são alguns de seus trabalhos. A atriz estreia no cinema como Maria em O pequeno mundo de Marcos (1968), filme protagonizado por Marcos Plonka e Ana Rosa, e dirigido por Geraldo Vietri, em que todos os personagens têm os mesmos nomes dos atores.

Em seu segundo filme, Bem dotado – o homem de Itu (1978), de José Miziara, Maria Luíza Castelli tem um de seus grandes momentos no cinema. O filme é sobre Lírio (Nuno Leal Maia), um caipira que enlouquece as mulheres pelos seus atributos e que acaba indo morar em São Paulo, levado pelas milionárias Zilá e Nair, onde também será perseguido por todas. Como Zilá, a atriz faz dupla inesquecível com Consuelo Leandro (Nair), um dos destaques da comédia. Na década de 80, a atriz atua ainda em filmes de Deni Cavalcanti – Procuro uma cama (1982), de Adriano Stuart – As aventuras de Mário Fofoca (1983), e de John Herbert – episódio Primeiro de abril, do longa Os bons tempos voltaram: vamos gozar outra vez (1984). Capitalismo Selvagem (1993), de André Klotzel, como dona Eduarda, é seu último filme, pois logo depois se aposenta e deixa a carreira.


Filmografia

O pequeno mundo de Marcos, 1968, Geraldo Vietri
Bem dotado – o homem de Itu, 1978, José Miziara
Procuro uma cama, 1982, Deni Cavalcanti
As aventuras de Mário Fofoca, 1983, Adriano Stuart
Os bons tempos voltaram: vamos gozar outra vez, episódio Primeiro de abril, 1984, John Herbert
Capitalismo selvagem, 1993, André Klotzel

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.