Ano 15

Lourdes de Oliveira

*17 de dezembro de 1938 - *Rio de Janeiro - RJ

Cena de Orfeu do carnaval, 1959, Marcelo Camus
Cena de Orfeu do carnaval, 1959, Marcelo Camus
Lourdes de Oliveira é Mira em Orfeu do carnaval.

Lourdes de Oliveira é filha do compositor e pandeirista Darcy de Oliveira. Desportista e flamenguista na juventude, disputou corridas e participou dos Jogos da Primavera. Na época da escola é convidada para atuar em Orfeu do carnaval (1959), coprodução Brasil/Itália/França dirigida pelo francês Marcel Camus. Adaptado da peça de teatro Orfeu da Conceição, de Vinícius de Moraes, o filme foi premiado com a Palma de Ouro no Festival de Cannes, venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, foi a Melhor Direção no Festival de Berlim, recebeu o prêmio Saci, no Brasil, além de muitos outros. O filme é um dos acontecimentos históricos que projetaram a beleza do Rio de Janeiro para o mundo, como também um olhar estrangeiro sobre a nossa cultura. Projetou também a música brasileira com a maravilhosa trilha sonora formada por canções de mestres como Tom Jobim, Luís Bonfá, Vinícius de Moraes e, em especial, a versão antológica de Agostinho dos Santos para Manhã de carnaval. O filme é protagonizado por Breno Mello (Orfeu) e Marpessa Dawn (Eurídice). Lourdes de Oliveira interpreta o segundo papel feminino mais importante do filme.

A atriz é Mira em Orfeu do carnaval, a antagonista de Eurídice, já que a heroína se apaixona pelo seu amado. Explodindo em ciúmes, Mira vai perseguir implacavelmente o casal. O filme conta ainda com a musa Léa Garcia como Serafina, em um elenco de atores negros nessa história em que o mito de Orfeu é transportado para o morro de uma favela carioca. A atriz volta a atuar em mais um filme de Marcel Camus, Os bandeirantes (1960), mais uma coprodução Brasil/França/Itália. No filme, ela é Suzana, a mulher por quem o protagonista, um aventureiro francês que descobre diamantes na floresta Amazônica, é roubado, e parte para vingança, vai se apaixonar. Lourdes de Oliveira acaba por se casar com Marcel Camus, muda-se para a França, tem dois filhos, e abandona o cinema.


Filmografia

Orfeu do carnaval, 1959, Marcel Camus
Os bandeirantes, 1960, Marcel Camus

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.