Ano 15

Noa Bressane

*1978 - *Rio de Janeiro - RJ

Crédito: Paulo Filho/Universo Produção
Crédito: Paulo Filho/Universo Produção
A diretora Noa Bressane nasceu no Rio de Janeiro em 1978.

Filha do cineasta Júlio Bressane, trabalhou com o cineasta em alguns filmes.

Em O mandarim (1995), biografia do cantor Mário Reis protagonizada por Fernando Eiras e com o olhar personalíssimo do diretor, ela integra o elenco como atriz.

É como atriz também que atua em Miramar (1997), filme sobre a formação de um jovem cineasta protagonizado por João Rebello.

Ainda com o pai, Noa Bressane trabalha como assistente de direção em São Jerônimo (1998), filme sobre o monge do deserto no século IV que traduz o Antigo Testamento para o latim e depois vira santo.

São Jerônimo recebeu os prêmios de Melhor Diretor, Melhor Ator – para Everaldo Pontes, como São Jerônimo, e Melhor Fotografia no Festival de Brasília em 1999.

Noa Bressane trabalha também na televisão como assistente de direção e codiretora em seriados, novelas e minisséries como: Sítio do pica pau amarelo (2001), Um só coração (2004), A diarista (2007), Dicas de um sedutor (2008), Passione (2010), O astro (2011), Gabriela (2012).

A estreia como diretora de longas se dá em Belair (2009), que dirige ao lado de Bruno Safadi.

Belair é documentário sobre o universo cinematográfico dos cineastas Júlio Bressane e Rogério Sganzerla e os filmes que produziram e dirigiram em 1970 pela produtora de ambos, Belair - como Barão Olavo, o horrível, de Bressane, e Copacabana mon amour, de Sganzerla.

::Voltar
Sala 
 Ana Carolina
Cineasta de assinatura personalíssima e de filmografia inquietante.