Ano 15

Cláudia Mello

*27 de fevereiro de 1949 - *São Paulo - SP

Cena de Cronicamente inviável,2000, Sérgio Bianchi
Cena de Cronicamente inviável,2000, Sérgio Bianchi
Cláudia Mello é uma das musas do cinema de Sérgio Bianchi.

Cláudia Mello começou a carreira no teatro universitário – no TEMA do Teatro Mackenzie. Daí vai para o Arena e não para mais, com vários espetáculos em sua trajetória, muitos deles dirigidos por Fauzi Arap. O pelicano, Arena canta Tiradentes (1972), O abajur lilás (1979), Caixa 2 (1997/2003) e A alma boa de Setsuan (2008/2009) são alguns de seus trabalhos nos palcos. A estreia na televisão é na Tupi em Simplesmente Maria (1970/71), seguida por outras novelas e seriados em emissoras como SBT, Band e Globo – Éramos seis (1994), Serras azuis (1998) e A diarista (2004). A atriz estreia no cinema como Clementina em A moreninha (1970), adaptação do romance homônimo de Joaquim Manoel de Macedo, dirigida por Glauco Mirko Laurelli e protagonizada por Sônia Braga e David Cardoso. Já em seu segundo longa, encontra o polêmico e impactante cinema de Sérgio Bianchi, como o qual vai atuar em quatro filmes e ganhar prêmios, passando a ser identificada como uma das musas do cineasta.

Cláudia Mello começa a trabalhar com Sérgio Bianchi em A causa secreta (1994), filme em que o diretor focaliza um grupo de teatro às voltas com as misérias do Brasil. A causa secreta causou muita polêmica e ganhou muitos prêmios, inclusive o de Melhor Atriz para Cláudia no Festival de Brasília, em 1994 – ela também recebe o APCA de Melhor Atriz Coadjuvante. Cronicamente inviável (2000) é o segundo encontro entre atriz e cineasta, e mais uma vez um filme polêmico e premiado sobre personagens amorais. A atriz atua também em Quanto vale ou é por quilo? (2005), em que o diretor ataca o terceiro setor e as Ongs que exploram a miséria humana – Cláudia recebe o prêmio de Melhor Atriz em festival em Portugal, em 2005, e o FIESP de Melhor Atriz Coadjuvante, em 2006. Já em Os inquilinos (2009), filme sobre a violência urbana, ela faz uma participação como Consuelo. Cláudia Mello atua em As doze estrelas (2010), de Luiz Alberto Pereira.


Filmografia

A moreninha, 1970, Glauco Mirko Laurelli
A causa secreta, 1994, Sérgio Bianchi
Cronicamente inviável, 2000, Sérgio Bianchi
Quanto vale ou é por quilo?, 2005, Sérgio Bianchi
Os inquilinos, 2009, Sérgio Bianchi
As doze estrelas, 2010, Luiz Alberto Pereira

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.