Ano 15

Inês Salgado

*1961 - *Rio de Janeiro - RJ


A figurinista Inês Salgado  nasceu no Rio de Janeiro (RJ), em 1961.

Começou a carreira no cinema ao lado da irmã, também figurinista, Bia Salgado, no filme Os sermões (1989/90), de Júlio Bressane.

Trabalha com a irmã também no episódio Quem seria o feliz conviva de Isadora Duncan, dirigido por Bressane, do longa Oswaldianas (1992).

Inês Salgado encontra o cinema engajado e politizado de Lúcia Murat em Doces poderes (1996), filme sobre os bastidores e os jogos de poder e corrupção que envolvem campanhas políticas em Brasília.

A figurinista trabalhará com a cineasta mais três vezes, em Brava gente brasileira (2000), Quase dois irmãos (2004), e em Maré, nossa história de amor (2007).

Brava gente brasileira (2000) é filme que focaliza no século XVIII o embate entre portugueses e índios - recebeu os prêmios de Melhor Atriz para Luciana Rigueira, e Melhor Trilha Sonora no Festival de Brasília.

Quase dois irmãos é sobre o reencontro entre dois amigos de infância na penitenciária, durante a ditadura militar, o primeiro um preso político, e o segundo um assaltante, em filme que aborda o surgimento do Comando Vermelho.

Já em Maré, nossa história de amor, a cineasta transporta a tragédia de Romeu e Julieta para os morros cariocas em um musical marcado pela paixão proibida dos dois protagonistas e a violência do tráfico.

Em 2002, Inês Salgado assina o figurino do grande sucesso internacional Cidade de Deus, de Fernando Meirelles e Kátia Lund. O filme é sobre vários personagens que vivem e circulam pela favela carioca considerada, na época, uma das mais violentas do país, e como o morro se transformou na indústria do tráfico de drogas e armas.

Cidade de Deus foi exibido em vários festivais, recebeu prêmios em países como Cuba, Estados Unidos, México, Marrocos, Colômbia, Uruguai, Republica Dominicana, Filipinas, Peru, Macedônia e Equador. Foi também indicado ao Oscar em quatro categorias: Melhor Diretor, Roteiro Adaptado, Edição e fotografia, além de projetar o nome de Fernando Meirelles no mercado internacional.

Inês Salgado assina também o figurino de Mulheres do Brasil (2006), de Malu di Martino, filme em episódios em que cada história é protagonizada por uma atriz e é ambientada em uma capital diferente: Roberta Rodrigues no Rio de Janeiro; Bete Coelho em São Paulo, Camila Pitanga na Bahia; Luana Carvalho em Maceió; e Carla Daniel em Curitiba.

::Voltar
Sala 
 Carmen Santos
Pioneira no cinema: atriz, cineasta, produtora, roteirista e dona de estúdio.