Ano 15

Ana França

*1973 - *Rio de Janeiro

Foto: Crédito Luciano Quintella - Publicação Quem é Quem/Filme B
Foto: Crédito Luciano Quintella - Publicação Quem é Quem/Filme B

A designer Ana França nasceu no Rio de Janeiro, em 1973.


Graduada em Desenho Industrial pela Faculdade da Cidade, é mestre pelo Pratt Institute de Nova York.


Depois de trabalhar em agências no Rio, São Paulo e Nova York, abriu em 2009 o estúdio Ana França Design, dedicado ao cinema e ao mercado cultural.


Ana França foi premiada no Annual Design Awards 2011.


O primeiro cartaz que fez para o cinema foi para Antônia – o filme (2006), de Tata Amaral.


Ainda nos anos 2000, assina os cartazes: Estômago (2007), de Marcos Jorge; Panair do Brasil (2007), de Marco Altberg; Tempos de paz (2009), de Daniel Filho; Divã (2009), de José Alvarenga Jr.; Histórias de amor duram apenas 90 minutos (2009), de Paulo Halm; Chico Xavier (2010), de Daniel Filho; Nosso lar (2010), de Wagner Assis; Malu de Bicicleta (2010), de Flávio Tambellini.


Depois assina Desenrola (2011), de Rosane Svartman; De pernas pro ar (2011), de Roberto Santucci; Corações sujos (2011), de Vicente Amorim; Cilada.com (2011), de José Alvarenga Jr.; Rock Brasília (2011), de Vladimir Carvalho; Agamenon – o repórter (2011), de Victor Lopes; Heleno (2011), de José Henrique Fonseca; Tainá 3 – a origem (2011), de Rosane Svartman.


Outros filmes são: Xingu (2012), de Cao Hamburger; E aí, comeu? (2012), de Felipe Joffily; Gonzaga: de pai pra filho (2012), de Breno Silveira; A busca (2012), de Luciano Moura; Até que a sorte nos separe (2012), de Roberto Santucci; Corda bamba, história de uma menina equilibrista (2012), de Eduardo Goldenstein; Cine Holliúdy (2013), de Halder Gomes; Odeio o dia dos namorados (2013), de Roberto Santucci; Minha mãe é uma peça (2013), de André Pellenz.

 

::Voltar
Sala 
 Carmen Santos
Pioneira no cinema: atriz, cineasta, produtora, roteirista e dona de estúdio.