Ano 15

Sônia Guedes

*22 de novembro de 1932 - *Paranapiacaba – SP

Cena de Histórias que só existem quando lembradas (à direita), 2011, Júlia Murat
Cena de Histórias que só existem quando lembradas (à direita), 2011, Júlia Murat
Sônia Guedes é Madalena em Histórias que só existem quando lembradas.

Sônia Guedes tem formação em artes cênicas pela EAD – Escola de Arte Dramática. Antes, estuda piano e canto. A estreia como atriz foi em Chapeuzinho vermelho no teatro amador, no qual atuou durante 14 anos. Uma dos fundadores do CPC – Centro Popular de Cultura – de Santo André, monta com outros atores, entre eles seu marido Annibal Guedes e Antônio Petrin, o Grupo de Teatro da Cidade – o primeiro espetáculo da companhia, George Dandin, de Moliére, estreia em 1968. Depois, atua em muitos outros espetáculos, tanto em sua companhia como em outras produções. Equus, Gota D´água, Caixa de sombras, Rasga Coração, Cerimônia do adeus, A estrela do lar, A ópera dos três vinténs, Pérola e Ismênia são alguns de seus sucessos nos palcos. A estreia em televisão ocorre no seriado Malu mulher (1979/81), em que atua como a mãe de Malu, a protagonista interpretada por Regina Duarte. Depois atua em várias emissoras, como em De quina pra lua (1985/86) e Mulheres apaixonadas (2003) – Globo; O fantasma da ópera (1991) – Manchete; As pupilas do senhor reitor (1994/95) e Esmeralda (2004/2005) – SBT; Vidas cruzadas (2000/2001), Cidadão brasileiro (2006) e Amor e intrigas (2007/2008) – Record. A atriz estreia no cinema em Noite em chamas (1978), de Jean Garrett.

Sônia Guedes é dona Joana em A hora da estrela (1985), a bela adaptação cinematográfica da obra homônima de Clarice Lispector dirigida por Suzana Amaral e protagonizada por Marcélia Cartaxo. A atriz só retorna ao cinema mais de duas décadas depois em Corpo (2007), dirigido por Rossana Foglia e Rubens Rewald. Sônia Guedes é Madalena em Histórias que só existem quando lembradas (2011), de Júlia Murat. No filme ela tem grande momento como uma mulher que vive em uma cidade em que o tempo parece ter parado, e que tem sua rotina quebrada com a chegada de uma fotógrafa interpretada por Simone Spoladore.


Filmografia

Noite em chamas, 1978, Jean Garrett
A hora da estrela, 1985, Suzana Amaral
Corpo, 2007, Rossana Foglia e Rubens Rewald
Histórias que só existem quando lembradas, 2011, Júlia Murat


::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.