Ano 15

Rosanne Mulholland

*31 de dezembro de 1980 - Brasília - DF

Cena de Falsa loura, 2007, Carlos Reichenbach
Cena de Falsa loura, 2007, Carlos Reichenbach
Rosanne Mulholland é mesmo uma grande revelação do cinema brasileiro dos anos 2000. Por isto, a homenagem mais que justa na “11ª Mostra de Cinema de Tiradentes’ como atriz de destaque dentre os novos atores.

Rosanne Mulholland começou a carreira artística fazendo teatro em Brasília, onde nasceu, desde os 12 anos – a atriz integrou o grupo “Mais Cia”. Depois de fazer dois comerciais com José Eduardo Belmonte, ela foi convidada por ele para fazer o curta Dez dias felizes, em 2002, trabalho que marca a sua estreia no cinema. Em 2004, atua no primeiro longa, Araguaya – conspiração do silêncio, do cineasta brasiliense Ronaldo Duque. Mas foi o filme seguinte, A concepção (2005), de José Eduardo Belmonte, que revelou o imenso talento da jovem atriz em ousado personagem. Depois de fazer algumas pequenas participações na televisão, a atriz atua na inissérie JK, de Maria Adelaide Amaral - faz sucesso na novela Carrossel, do SBT.

Rosanne Mulholland tornou-se musa de José Eduardo Belmonte, e atua também em Meu mundo em perigo (2007), em que contracena com Eucir de Souza - Melhor Ator no Festival de Brasília, em interpretação arrebatadora. Outro cineasta que caiu de amores por ela é o mestre Carlos Reichenbach, que a escalou como protagonista de seu filme Falsa loura (2007) - seu maior momento no cinema. Rosanne Mulholland atua em outros filmes, como O magnata (2007), de Johnny Araújo, e Nome próprio, de Murilo Salles.  


Filmografia

Dez dias felizes, 2002, curta, José Eduardo Belmonte
Araguaya – a conspiração do silêncio, 2004, Ronaldo Duque
Madame pessoa, curta, Bruno Freitas
A concepção, 2005, José Eduardo Belmonte
14 bis, 2006, curta, André Ristun
O magnata, 2007, Johnny Araújo
Nome próprio, 2007, Murilo Salles
Meu mundo em perigo, 2007, José Eduardo Belmonte
Falsa loura, 2007, Carlos Reichenbach
Bellini e o demônio, 2008, Marcelo Galvão
Nosso lar, 2010, Wagner de Assis
Menos que nada, 2012, Carlos Gerbase

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.