Ano 15

Paula Gaitán

*18 de novembro de 1954 - *Paris - França

Crédito: Alexandre C. Mota/Universo Produção
Crédito: Alexandre C. Mota/Universo Produção
Paula Gaitán é cineasta de assinatura personalíssima, com uma obra que alia o cinema às artes plásticas.

Paula Gaitán começou a carreira estudando artes plásticas, fazendo fotografia, e também realizando vídeos. Quando morava na Colômbia – o pai é colombiano – casa-se com Glauber Rocha e vem para o Brasil. No cinema, assina a direção de arte de algumas produções, em especial a de A idade da terra, o testamento glauberiano realizado em 1980, para o qual também assina o cartaz – faz também o cartaz de Cabeças cortadas (1970), antes de se casarem. A relação profissional com Glauber se estende para ilustrações e capas de livros. A cineasta tem trabalho marcante em videoarte, e é também professora na área – leciona Cinema Experimental na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Em 1988 realiza seu primeiro longa metragem, Uaka, documentário produzido pelo Grupo Novo de Cinema e TV, que ainda que tenha participado de festivais jamais foi lançado comercialmente. É com o belo Diário de Sintra (2007), que focaliza o último ano da cineasta com Glauber – e o último dele de vida - na cidade portuguesa em que moravam, que o cinema de Gaitán chega ao grande público, e sua estética muito particular, que conjuga de forma poética cinema e artes plásticas.

Em 2010, Paula Gaitán escolhe como objeto de seu novo doc a grande musa – ao lado de Helena Ignez - do Cinema Marginal, a talentosa Maria Gladys, e realiza o belo Vida. E como em Diário de Sintra, ela volta a impactar com seu registro sobre a atriz, completamente distante do modelo de biografia, e mais interessada no signo que ela representa. A cineasta realiza mais um longa, Sobre a Neblina, uma adaptação livre do romance da escritora mineira Christiane Tassis.


Filmografia

Cabeças Cortadas, longa, 1970, Glauber Rocha – Cartaz
A idade da terra, longa, 1980, Glauber Rocha – Direção de Arte e Cartaz
Olho d’água, média, 1987, Paula Gaitán
Uaka (Sky) – longa, 1989, Paula Gaitán
Lygiapape – média, 1991, Paula Gaitán
Arquitetura do espaço – Rogelio Salmona, curta, 1995, Paula Gaitán
Serie Design, 1995 – Série da TV Cultura, 1995, Paula Gaitán 
Presença / ausência, curta, 1996, Paula Gaitán
Pela água, Vídeo arte, curta, 2004, Paula Gaitán
Kogi, curta, 2005, Paula Gaitán 
Cinema e pensamento, 2006 – Quatro episódios Série do Canal Brasil, Paula Gaitán
Diário de Sintra, longa, 2007, Paula Gaitán 
Pelo Rio (RIO), curta, 2007, Paula Gaitán
Monsanto, curta, 2008, Paula Gaitán
Vida, longa, 2010, Paula Gaitán
Sobre a neblina, longa, 2013, Paula Gaitán 

Veja também sobre ela
::Voltar
Sala 
 Ana Carolina
Cineasta de assinatura personalíssima e de filmografia inquietante.
Sala 
 Carmen Santos
Pioneira no cinema: atriz, cineasta, produtora, roteirista e dona de estúdio.